Anúncio

Terapia, análise, psicoterapia, por que devo fazer?

2 min de leitura · 

Terapia, análise, psicoterapia, será que eu preciso disso? Quando eu devo procurar ajuda? Vale a pena fazer terapia? Como eu sei que é o psicólogo certo pra mim?

São tantas as perguntas que passam pela nossa cabeça antes de buscar ajuda, não é mesmo? Mas nós vamos facilitar um pouquinho as coisas.
Primeiro passo, só procure ajuda profissional se você estiver disposto à assumir a responsabilidade por sua própria vida. O psicólogo não vai realizar nenhuma mudança por você, ele simplesmente será um facilitador nesse SEU processo.

Se você acredita que tem algo que lhe incomoda muito, já tentou algumas manobras, mas não foi capaz de obter sucesso, um psico pode te ajudar. Não pense que procurar ajuda é sinal de fraqueza, ao contrário, demonstra maturidade e engajamento em sair da zona de (des)conforto e buscar a mudança que tanto almeja.

Lembre-se de que discutir um assunto, ter um insight, mas não colocar nada em prática, é total perda de tempo. Um remédio só vai funcionar se você o ingerir, do contrário, não serve pra nada 😉

Você não vai sair feliz da sessão toda semana. Vamos pensar um pouquinho, você está lá para falar sobre o que lhe incomoda, sobre o que precisa ser mudado, remexe nuns assuntos tensos, encara de frente partes de você que não gosta. Isso tudo dói e precisa de tempo para ser digerido. Então, se não sair bem, relaxa, faz parte do processo.

Para que a terapia funcione, você precisa estar confortável com a pessoa que escolheu, precisa confiar no seu psico. Talvez você comece até a sentir que depende dele, não se preocupe, isso é normal e uma boa conversa, inclusive sobre essa dependência, vai esclarecer as coisas e manter o equilíbrio da relação. Uma coisa, o psico não é seu amigo, ele não está lá para dar conselhos, ok?!

Não tenha pressa em obter resultados, pense que estamos apegados às coisas, inclusive aos problemas e, às vezes, leva-se tempo para desapegar.

Você poder ler também:

Sentir raiva, mágoa ou qualquer outro tipo de sentimento negativo em relação às pessoas pode ser um indicativo de problemas sobre você mesmo, fique atento e nunca deixe de falar sobre isso com seu psico. Enfrentar seus monstros faz parte de uma mudança muito maior!

Terapia, análise, psicoterapia, são ferramentas que facilitam o seu processo de auto-conhecimento.

Esteja aberto e poderá sentir todos os benefícios vindos dessa vivência. Permita-se mergulhar no seu EU, temos certeza de que você não se arrependerá 😉

Resumindo: procure um terapeuta, psicólogo, analista se tiver algo que lhe incomoda e com o qual você não sabe lidar; se quiser se conhecer mais profundamente; se quiser ganhar auto-confiança, auto-estima, auto-responsabilidade. Procure ajuda se quiser ser mais feliz!

Atenção:

Em breve faremos o lançamento do site e gostaríamos muito de avisar você visitante. O site Psico.Online será uma plataforma inovadora para encontrar e falar com um psico. Preencha seus dados abaixo e continue prestigiando nossos posts! 🙂

O quanto este post foi útil para você?

Psico.Online @sitepsicoonline

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Share
Published by
Psico.Online @sitepsicoonline

Recent Posts

Quando paramos de nos preocupar com os outros…

Quando paramos de nos preocupar com os outros, a primeira vista, idealizamos que nossa vida melhoraria. Olha, preciso dizer, isso…

2 semanas ago

Infelicidade: me apeguei a ela e agora?

Infelicidade é a palavra felicidade com o prefixo de privação ou negação. Pode ser compreendida como o oposto da felicidade.…

2 meses ago

Masturbação Infantil: não fique na mão com o assunto.

Esses dias respondi algumas perguntas sobre Masturbação Infantil para o site bebe.com.br e, como eles não utilizaram todo o conteúdo,…

2 meses ago

E quando sobra pra gente?

"Sobra pra gente" o que sobrou pra você ou para mim? Quem nunca levou "uma" sem nem ao menos estar…

2 meses ago

Escutar, ouvir e falar. O que você tem feito?

Ouvir ou escutar remete a ações muito parecidas. Muita gente sabe a diferença, mas no dia a dia — pelo…

2 meses ago

Será que eu sou gay?

Gay, homosexual, será que meu interesse sexual é assim ou assado? Lembro da primeira vez que vi essa pergunta por…

2 meses ago

This website uses cookies.