esforça-te para entender

Esforça-te porque é você por você mesmo

5
(2)
4 min de leitura · 

“Esforça-te porque é você por você mesmo”.

Essa foi a frase que postamos hoje no twitter acompanhada do comentário: “acho essa frase meio egoísta, mas parte de mim acredita nela dado ao nosso esforço diário… você concorda?”.

Apenas uma das nossas queridas leitoras respondeu que concordava.

Mas havia falado do egoísmo implícito, e o egoísta, nessa frase, está no sentido de deixar todo esforço sobre o indivíduo que, na psicologia social, faz parte de um contexto onde esse esforça-te seria dividido ou compartilhado com mais indivíduos.

E como havia explicado: ninguém é uma ilha e, somos todos nós seres sociais, que precisamos do outro.

Acabamos caindo no contexto da amizade, um dos círculos mais próximos da nossa vida adulta.

Temos ainda a família, os colegas de trabalho, nosso network do mundo digital… mas ainda assim, nossa discussão gira próximo daqueles que nos íntimos ou quase.

Nossa leitora até comentou: “mas essa amizade romantizada, gostaria muito de encontrar, mas ainda não pude ter essa experiência e, olha que tenho bastante conhecidos”.

Acho que antes de seguir pela problematização desse contexto, vale a pena dar algumas definições:

Egoísmo

Já falamos sobre o egoísmo aqui no blog. Sobre o veneno que ele é para nossa vida.

Também falamos um pouco sobre o Ego e a confusão em torno dele.

Lá na wikipedia ele é definido da seguinte maneira:

Egoísmo (ego + ismo) é o hábito ou a atitude de uma pessoa colocar seus interesses, opiniões, desejos, necessidades em primeiro lugar, em detrimento (ou não) do ambiente e das demais pessoas com que se relaciona.

Egoísmo e egocentrismo

Um sujeito egoísta é aquele que se coloca no centro do seu universo.

O sufixo ísta quer dizer adpeto ou usuário, ou seja, um usuário e adepto do centro do seu EGO.

Diferente da cultura popular que defende que o egoísta acredita que “o mundo, inclusive as pessoas ao seu redor, foram criadas somente para ele”, o egoísta, na verdade, é uma pessoa que prioriza a si mesmo em relação aos outros, mas não necessariamente desprezando-os.

Um sujeito egoísta é aquele que acredita que, na sua perspectiva de ser, é mais importante do que os demais seres.

egocentrismo caracteriza-se pela simples aplicação do egoísmo.

Dada a definição psicanalítica de Ego, o egocentrista, priorizando o seu ego, está simplesmente a priorizar a sua razão sobre a razão dos terceiros, ignorando o ego dos outros.

A sociedade acabou por definir o egoísmo e o egocentrismo como características negativas numa personalidade, porém diferente disso o ser egoísta contribui positivamente para a sociedade e pode muitas vezes, desfrutando de seu ego e do prazer que sente em ajudar as pessoas, agir de maneira semelhante ao altruísta, porém por puro interesse próprio.

O sufixo Ismo exprime ao menos seis possibilidades de significado: Fenômeno Linguístico, Sistema Político, Religião, Doença, Esporte, Ideologia, entre outros.

Esforça-te para fazer as ligações

Considerando o que vimos, é importante falarmos dessas definições.

Segundo nossa frase, o esforça-te é totalmente responsabilidade de você por você mesmo, o que, embora tenha no senso comum verdade explicita, em sua totalidade é falso pois habitamos uma sociedade.

É mais importante depender de si, mas ao adoecermos, dependemos de um médico.

Ao usarmos um benefício público (ruas, iluminação pública) estamos utilizando do esforço de outro.

“Esforça-te porque é você por você mesmo” é uma falácia em determinado contexto, pois se você utiliza água encanada, se utiliza de política públicas, se trabalha (a única excessão é se você só come o que produz), ainda assim, é provável que você tenha dependido de outro, nesta ou em outra época.

Esforça-te porque é você por você mesmo, acaba por se tratar de uma visão míope, que não avança além do horizonte, da sua inserção em uma sociedade.

É você por você mesmo, acaba sendo cruel, pois acaba dando o peso da responsabilidade para o indivíduo que já é sufocado hoje.

Esforça-te na amizade

Também já falamos na amizade aqui no blog:  O que fazer quando não vem o incentivo dos amigos? ou Amigos (uma família escolhida) ou Conversar com amigo: por que é diferente de fazer terapia? e no quanto ela é essencial, e muitas vezes romantizada como disse nossa leitora, mas que também depende de nós.

São casos e casos, personalidade e personificações diferentes que variam de contexto, ambiente e tempo que já foram diversas vezes discutidas no processo filosófico [1].

Nós mesmos somos diferentes e nos diferenciamos no processo.

Nossos objetivos mudam, nossas prioridades e nossos tempos mudam. Nós mudamos.

E mesmo na amizade Esforça-te porque é você por você mesmo a responsabilidade de transformar essas amizades, é deixado de lado o esforço para se criar vínculos, para se confiar e se tornar confiável.

O processo da amizade, segundo uma visão psicanalítica remete à noção de pulsão sexual de alvo inibido, na perspectiva winnicottiana a amizade remete às noções de intimidade, espaço potencial, reconhecimento da alteridade e concernimento, mas falaremos nisso em outro momento.

Caso queira ler a respeito, dê uma olhada no artigo das referências. 😉

Referência:

[1] Lejarraga, Ana Lila. (2010). A noção de amizade em Freud e Winnicott. Natureza humana 12(1), 1-20. Recuperado em 04 de maro de 2019, de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-24302010000100003&lng=pt&tlng=pt.

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média 5 / 5. Contagem de Votos: 2

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Sobre os Autores do Post:

Author profile

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer