5 min de leitura · 

Eu me sinto sozinha no casamento. Essa é uma frase com um peso imenso e que precisamos falar com urgência. O que leva a esse sentimento? Como perceber o que está acontecendo e qual o meu papel nessa situação? Quanto é culpa daquele ou daquela que deveria ser meu parceiro ou parceira? O quanto fechamos os olhos para aquilo que não queremos ver.

O casamento é uma das relações mais complexas do ser humano. Costumo dizer que são sempre três envolvidos. Você, seu parceiro ou parceira e a própria personificação da relação, no mínimo. Frases como: “me sinto sozinha no casamento” deveriam ser acompanhadas com um vale: “hora de rever algumas coisas”.

O problema é que ao rever algumas coisas nos deparamos com situação que nem sempre são agradáveis a quem está olhando. E o depois?

No dia a dia falamos muito dos relacionamentos abusivos, das pessoas tóxicas e dos vários tipos de relacionamentos e durante a terapia, falamos de você, da sua postura, das suas escolhas que trouxeram você até aqui.

Não quer dizer que você seja culpada, mas também não quer dizer que seja inocente. Para ser direto não há culpados e nem inocentes em um relacionamento pois enveredamos por uma seara de culpabilização.

Muitas vezes o que acontece no processo do “me sinto sozinha no casamento” vem se construindo no dia a dia e na falta de comunicação entre os pares. Vem de empurrar com a barriga. Varrer para debaixo do tapete coisas que incomodam e que requerem uma tomada de ação.

Vamos as 5 dicas para mudar o “eu me sinto sozinha no casamento” e deixar, nas sua responsabilidade, a opção de mudar essa situação.

1 – Me sinto sozinha no casamento: a auto avaliação

serious businesswoman browsing laptop and looking at camera
Photo by Anna Shvets on Pexels.com

A primeira sensação para ser observada nessa frase é se esse sentimento está ligado a um processo de humor depressivo que está ligado a outras coisas.

Você se sente sozinha no casamento ou em qualquer lugar? O que mais você vem sentindo? Como anda sua vida no geral?

O “me sinto sozinha no casamento” tem mais a ver com um problema no seu relacionamento ou com um processo que está impactando no casamento porém está ligado a problemas de saúde, ansiedade, de falta de comunicação, falta de dinheiro?

O movimento que leva você a esse sentimento é por quais motivos? O parceiro está ausente ou você se afastou do seu parceiro no caminho?

Quando você vem para o consultório do psicólogo ou da psicóloga para falar desse sentimento de solidão no relacionamento vamos procurar entender a origem dele. Um trabalho preliminar é compreender, quando isso começou a acontecer?

2 – Me sinto sozinha no casamento: a avaliação da relação

cheerful multiethnic young students talking and smiling at table
Photo by Keira Burton on Pexels.com

A vida tem seus caminhos e nós fazemos o nosso percurso. Além de avaliar como estamos, precisamos avaliar o terceiro membro da relação: o relacionamento.

Como esse relacionamento começou? Como vocês vem se comunicando, fazendo as coisas juntos, trabalhando essa sociedade pautada em amor, companheirismo, respeito, amizade, lealdade, sexo e tantos outros atributos que são essenciais para mantê-la?

Qual foi a última vez que você fez algo para o seu parceiro ou parceira sem esperar nada em troca, com a simples intenção enamorada de afeição? Vocês conversam? Vocês compartilham momentos? Vocês compartilham apenas problemas? As conversas viraram apenas discussões ou apontamento de dedo?

Já falamos aqui que um estudo já até avaliou esse processo da relação. Qual a saúde emocional do seu relacionamento? O quanto ele tem feito o “me sinto sozinha na relação” ser um “nos sentimos sozinhos na relação”.

3 – Me sinto sozinha na relação: avaliando o parceiro.

young happy girlfriend with fresh roses hugging boyfriend
Photo by Katerina Holmes on Pexels.com

E para essa avaliação algumas coisas são importantes para observamos: será que você está em um relacionamento abusivo? Homens e mulheres são formados a partir de uma sociedade que reforça isso a gerações.

Quanto da individualidade foi perdida na relação? Quanto da individualidade foi roubada de você e o quanto da individualidade do seu ou da sua parceira foi roubada?

Não é por acaso que antes de avaliar o parceiro, avaliamos a nós mesmos e depois avaliamos a relação. Lembre-se: somos responsáveis pelas nossas ações e pelas nossas não ações. As duas vias têm consquências que precisam ser avaliadas, pois ao apontarmos a mira da nossa pedra em direção ao outro, temos que nos assegurar que nosso telhado não é de vidro.

Com isso em mente, é importante se perguntar: meu par está distante? Meu par está tentando fazer algo desastrosamente mas tem lutado pelo nosso relacionamento? Eu me sinto sozinha no casamento e ele ou ela sabe disso?

A partir disso é a hora de perguntar-se: como anda o tratamento entre nós? Uma relação, seja qual tipo for, precisa de atenção para se manter com qualidade. O quanto projeto minhas dúvidas e problemas no meu parceiro e o quanto ele ou ela tem projetado isso em mim? O me sinto sozinha no casamento tem o casamento na frase, e que não pode ser maior que nenhum dos dois que compõe a relação.

Há muito mais coisas e é muito mais simples avaliar o parceiro ou a parceira pois tiramos “o nosso da reta”, mas não podemos ser ingênuos de acreditar que os sinais que são dados, não tenham alguma relação com o sentimento.

4 – Me sinto sozinha no casamento: partindo para a ação

elderly woman in black shorts and colorful sleveless shirt
Photo by RODNAE Productions on Pexels.com

Falar “me sinto sozinha no casamento”, analisar os envolvidos nesse processo e mantê-lo assim é sinal que está faltando um movimento importante nessa composição. Vamos à analogia de hoje: se o seu casamento é um aquário que você vê que precisa de manutenção, mas não troca a água, não a faz circular, oxigenar ou cuida dela. Organismos vivos em breve morrerão. A água ficará podre. E o aquário sujo.

Quando você chega até aqui e diz: “me sinto sozinha no casamento”, a pergunta que faço é: e o que você fará com essa afirmação?

Procurar um psicólogo ou psicóloga para se fortalecer, entender o que está passando e agir é um caminho.

Não quer dizer que seja o principal caminho. Você pode dar uma festa (depois que acabar a pandemia) e se relacionar com outras pessoas para parar de sentir-se sozinha no casamento.

Você pode puxar seu par para conversar.

Você pode fazer terapia de casal.

O que mais você pode fazer? Por menor que seja o movimento é uma ação que faz com que o fluxo aconteça e as coisas mudem de um estado para outro.

5 – Me sinto sozinha no casamento: o fim.

O título foi proposital pois é o final do texto, mas o fim do relacionamento não pode ser descartado, só que você precisa passar por todas as etapas de avaliação e crítica do seu casamento.

A frase “me sinto sozinha no casamento” é uma frase dura e complicada como falamos no começo do post e por isso precisa ser muito bem avaliada. Você se sente forte e suficiente para um termino? Acredita que esse é o movimento, ou a ação que precisa ser tomada? Você tem a força e os meios para isso e, se não tiver é capaz de conquistar.

Nessas horas você precisa observar como você se sente, como se sentirá, pois mudar normalmente assusta mas também abre muitas oportunidades novas. Afinal a vida é dinâmica e agora, em 2021, embora muita gente seja conservadora, você tem informação, tem rede de relacionamentos, tem acesso a ajuda e a formas diversas de dar um primeiro passo mais segura.

Precisa de uma advogada, chame-a para conversar online. Precisa de um psicólogo ou psicólogo? Aqui você pode marcar sua sessão online. Precisa fazer amigos, as redes sociais estão ai para te apresentar novas pessoas. Precisa pensar nos filhos? Claro, mas eles e você são resilientes e têm chances de mudar, se desenvolver e ser feliz.

O final de um relacionamento pode significar o inicio de um novo relacionamento. O “me sinto sozinha no casamento” pode ser a oportunidade para conquistar outros rumos, afinal, você chegou até aqui não é mesmo?

Gostou do texto Me sinto sozinha no casamento: 5 dicas para mudar a situação? Avalie aqui embaixo com uma nota de 0 até 5, é importante para gente entender e escrever os novos conteúdos.

Também não deixe de compartilhar nas redes sociais, envie para a amiga que precisa de um aviso não tão sutil que chegou a hora de mudar ou reavaliar as coisas. E claro, comente, a sua opinião para gente, conta muito.

Aproveite para verificar outros conteúdos. 😉

Clique para votar
[Total: 5 Average: 4.6]

Sobre os Autores do Post:

Website | + posts

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Um comentário em “Me sinto sozinha no casamento: 5 dicas para mudar a situação

Gostaríamos de escutar o que você tem a dizer.