Tenho 14 anos por que não posso ir ao psicólogo sózinho?

Por que não posso ir as consultas? Tenho 14 anos.

3 min de leitura · 

O post de hoje será um pouco diferente: responderei um leitor (ou leitora) que chegou até nós por meio dos canais de contato e que há tempos deveríamos ter respondido. Portanto, peço desculpa pela demora.

A pergunta, o título do post já entregou: Por que não posso ir ao psicólogo se já tenho 14 anos?

Para ser mais exato, a pergunta foi:

Pq não posso ir as consultas se tenho quatorze anos?
Eu sou adolescente de quatorze anos e quero ir à essas consultas mais preciso da autorização dos meus pais e eles não querem dar a autorização como eu faço?

Achamos tão pertinente e direta a questão que, acreditando ser uma dúvida de vários visitantes, decidimos transformar em post.

Antes de continuar, agradecemos a confiança e também ao questionamento, pois ele nos fez buscar respostas no sistema Conselho de Psicologia e no ECA – Estatuto da Criança e Adolescente, para ao menos tentar responder essa dúvida aparentemente tão simples, mas que de simples não tem nada.

Vamos lá:

Querid(o)a leitora(or), você não pode ir as consultas psicológicas sozinha(o) pois ainda é uma criança/adolescente aos olhos da lei.

Claro, sabemos também que você sabe disso, mas aos olhos da lei e da ciência, você é uma pessoa em desenvolvimento.

Como uma pessoa em desenvolvimento você precisa de acompanhamento, tutoria (orientação) dos seus pais ou responsáveis legais, para decidir e considerar ações que envolvam o seu corpo físico, mental, moral, espiritual e social, em condições de liberdade e de dignidade.

E essas palavras são descritas nos dois estatutos, por mais responsável e de posse de maturidade que você tenha.

Isso quer dizer que eles (pais, responsáveis, tutores) são os responsáveis por você e que devem – ou ao menos deveriam – cuidar dos seus direitos fundamentais sem prejuízo da proteção integral definida pela Lei.

Esse cuidar quer dizer assegurar, por lei ou por outros meios, que todas as oportunidades e facilidades, a fim de lhe facultar o desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, em condições de liberdade, segurança e de dignidade serão oferecidas.

Mas eu preciso muito ir ao psicólogo!

Bem vindo ao mundo dos adultos, você precisará dialogar.

Pois segundo o ECA, considera-se criança, para os efeitos de Lei, toda pessoa até doze anos de idade incompletos, e adolescente aquela entre doze e dezoito anos de idade.

E nesse caso, o caminho é a negociação. Até por que tem outros pontos muito importantes nesse processo.

Quando você está na Internet, você está suscetível a pessoas com intenções que não são lá tão boas, e espera-se que um adulto, consiga ter mais experiência em identificar e protegê-lo(a) desse tipo de predador.

Por meios práticos, você também precisará efetuar um pagamento de consulta, e também segundo a lei, a sua responsabilidade até esse momento é o estudo e não o ganhar dinheiro. Logo, para arcar com os custos e despesas, também é necessário um adulto responsável.

E o que fazer?

No texto Como falar pros meus pais que quero fazer terapia? já falamos um pouco de como puxar o assunto com pais e responsáveis que têm alguma visão distinta do processo terapêutico.

Outro jeito é buscar auxílio de professores, coordenadores da sua escola, explicando o caso onde eles poderão acionar os seus pais ou responsáveis e até mesmo solicitar o encaminhamento.

Também, presencialmente, há a possibilidade de obter mais informações nas Unidades Básicas de Saúde, e claro, lá os psicólogos poderão orientar e até utilizar os Agentes de Saúde da família para explicar aos seus pais a sua necessidade.

Esperamos ter ajudado. 🙂

Ah! Também gostaríamos de convidar, algum especialista, para escrever um outro texto explicando ou detalhando melhor este emaranhado de informações que encontramos ao tentar responder de maneira rápida essa questão. Tem mais detalhes? Já convenceu seus pais ou responsáveis? Conta pra gente nos comentários.

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média / 5. Contagem de Votos:

Nenhum voto ainda. Que tal você começar?

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Raul Oliveira

Psicólogo CRP 06/154.661 - Formado Psicologia e em Administração com ênfase em Marketing, workaholic geek que respira tecnologia, pesquisador e mestrando em tecnologias da inteligência e design digital. É um dos fundadores do Psico.Online e do MeuPsicoOnline.com.br

Participe, queremos ler o que você tem a dizer