Anúncio
Categories: Compartilhado

Como construir uma possibilidade de mudança

0
(0)
2 min de leitura · 
O progresso é impossível sem mudanças, e aqueles que não podem mudar suas mentes não podem mudar nada – George Bernard Shaw

A mudança pessoal é algo difícil. A “sabedoria popular” tem um monte de frases que reforçam essa dificuldade e isso nos coloca numa situação complicada. Nos calamos ou nos conformamos e seguimos os mesmos velhos hábitos de sempre. Aceitamos que se somos de determinada maneira, é assim que se desenvolverá nossa vida.

Mas é a própria vida quem se encarrega de nos mostrar precisamente todo o contrário.

Vivemos rodeados de pessoas que se encarregam de romper com essas “sabedorias” não contrastadas. Homens e mulheres que mudam seu destino, com vontade, perseverança e empolgação. Essa é a base de qualquer mudança. E acreditar!

É o que mostram os resultados de um estudo, que sugere que as pessoas que acreditam nas mudanças, são exatamente as que as realizam. Parece curioso, não? Ou nem tanto?

O certo é que, assim como pensamos que se as coisas podem ir mal irão mal, o contrário também parece perfeitamente válido. E isso tem um nome: confiança. Que deve estar acompanhada, de maneira inseparável, de esforço.

Porque essa parece ser a base da mudança real. Que produziremos nós mesmos. É lógico. Se as coisas mudam, mas não sentimos que tivemos responsabilidade alguma nesse processo, para o bem ou para o mal, será difícil assimilar a ideia de que temos algo a ver com isso.

Acreditaremos na sorte ou no azar e seguiremos pensando que nada depende de nós e do que fazemos.

Podemos discutir por horas a enorme quantidade de coisas que não se pode modificar. Em algumas, inclusive, podemos estar de acordo, mas há algo que parece ser fundamental para conseguir variar o rumo até a nossa própria mudança, até a nossa felicidade: A atitude!

Se mantemos uma atitude submissa e conformista diante da vida, onde tudo o que nos aconteça, seja bom ou mal, é responsabilidade de outros, o grau de controle que sentiremos sobre nossa existência será ínfimo.

Por outro lado, se pensamos em que parcela o que acontece tem a ver com a forma como vemos as coisas ou agimos, iremos progressivamente, sentindo que somos protagonistas desse filme que é nossa vida. E além disso, seremos mais felizes e realizados.

Retirado de Cámbiate (traduzido e adaptado)

O quanto este post foi útil para você?

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Leave a Comment
Share
Published by
Psico.Online

Recent Posts

Informação e imaginação na nossa ansiedade

Informação e imaginação tem ações concretas na nossa ansiedade? O quanto nossas informações e o…

1 mês ago

Vão se os anéis, ficam-se os dedos

Cá com meus botões, pensando, enquanto procuro uma entrevista de Noam Chomsky, onde ele fala…

2 meses ago

Criticar o outro, fala mais sobre você.

"Nós não vemos as coisas como elas são, nós as vemos como somos ", disse…

3 meses ago

Quando paramos de nos preocupar com os outros…

Quando paramos de nos preocupar com os outros, a primeira vista, idealizamos que nossa vida…

5 meses ago

Infelicidade: me apeguei a ela e agora?

Infelicidade é a palavra felicidade com o prefixo de privação ou negação. Pode ser compreendida…

6 meses ago

Masturbação Infantil: não fique na mão com o assunto.

Esses dias respondi algumas perguntas sobre Masturbação Infantil para o site bebe.com.br e, como eles…

6 meses ago

This website uses cookies.