vestibular, universidade, faculdade, não passei no vestibular, aluno, estudante, calouro

Não passei no vestibular e agora?

2 min de leitura · 

Encerrado o exaustivo e penoso calendário de vestibulares Brasil a fora hora de verificar: não passei no vestibular ou passei, e agora?

Aos que conseguiram passar para a segunda fase, meus parabéns. Seu esforço para conquistar esse marco é só  começo do que a vida acadêmica representa para quem almeja um diploma. Ah, e só pra não deixar passar batido, se você conseguir entrar para a faculdade, lembre-se de exercitar a reflexão, falei sobre a importância dela aqui.

Agora, se você, infeliz e frustrantemente não conseguiu pular para a segunda etapa, relaxa! Isso está longe de ser o fim do mundo. Nada de deixar um trauma intelectual ou um bloqueio emocional se apoderarem de você, hein?! Brincadeiras a parte, não tem nada de infeliz e frustrante nisso, quer saber o motivo?

Não atingir a meta do vestibular não é  fim do mundo

É hora de descansar, só um pouquinho e, depois tirar um momento para rever o caminho percorrido. Tirar o que deu de errado e formular uma nova estratégia de batalha. Nada está perdido. Lembre-se de que se você ouve mais de uma vez a mesma coisa, tem mais chances de assimilar ideias e compreender as teorias.

Aproveite o descanso antes de recomeçar o processo de estudos. Reflita um pouco sobre a escolha do curso, as vezes a gente escolhe na empolgação e pode ser que tendo tempo pra refletir sobre, descobriremos que não era bem aquilo.

Se não for, maravilha, muda a direção da vela e segue para a nova opção. Mudar de ideia é saudável. Triste é quando andamos anos por um caminho sem sentir felicidade por estar nele. Feliz é poder escolher uma profissão que te preencha a alma, a mente, o coração e de quebra, o bolso.

Eu sei o quão desgastante é essa fase de provas infinitas e sei que quando a gente não consegue atingir o objetivo a dor que sentimos e o peso da decepção são indescritíveis, mas a gente sobrevive e te garanto, saímos dessa muito mais fortes e mais sábios também.

Temos a chance de olhar para exatamente aquilo que nos impediu de alcançar a meta. Então, mãos à obra e foco no objetivo, que o próximo ano está aí, cheinho de desafios para você vencer, mais uma vez 😉

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média / 5. Contagem de Votos:

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Raquel Ferreira

CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer