Anúncio
Categories: Ansiedade

Preocupações, pré-ocupações, ocupações

0
(0)
1 min de leitura · 
A vida seria um tormento horroroso se eu tivesse que passar o tempo todo preocupado com algo que não aconteceu. Edgar Rice Burroughs

Você tem muitas preocupações? Vive pré-ocupando-se com tudo?

Pois saiba que a nossa energia é limitada e que gastá-la com pré-ocupações não é muito saudável e muito menos útil.

A preocupação é uma reação normal diante de qualquer adversidade. Funciona como um alerta. Tentar evitá-la nos afasta de nossa realidade. Essa reação que temos diante de algo inesperado, ou inevitável, constitui em primeiro lugar, nossa maneira de abordar o problema. Nos faz entender que é algo que necessitará de nossa atenção.

Um segundo passo, depois da notícia, da mudança ou da nova circunstância instaurada; é a atitude diante dela. Se permanecemos preocupados/as, não avançaremos. Provavelmente nos manteremos numa situação de “congelamento”, que nos desabilitará para poder enfrentar o que nos preocupa.

É então quando começamos a nos ocupar. Quando entendemos que, apesar de nossas emoções, é preciso atuar. 

Isso não significa que nossa preocupação desaparecerá, mas supõe que vamos dedicar nosso esforço em solucionar a questão e não em lamentar.

Vamos passar a buscar a estratégia que nos permitirá converter a situação difícil em um desafio. Em algo que podemos enfrentar. Este seria o terceiro passo, que podemos chamar de consciência.

O passo seguinte é a consolidação. Muitas vezes quando chegamos a ele, não nos damos conta de termos conseguido. É o momento em que, quem observa de fora, nos parabeniza pela maneira como “estamos levando a situação”.

E, a nós, fica a pergunta: mas por que e pelo que me estão parabenizando?

É o momento em que já incorporamos o que preocupava. Mudamos, nos adaptamos a nova situação.

Todos esses passos não significam que a inquietação não esteja aí, mas decidimos, em algumas ocasiões sem estar conscientes disso, que não podemos nos permitir paralisar.

E atuamos. Como comentamos no princípio, é preciso observar o gasto de energia. Se seguirmos instalados na pré-ocupação, não deixaremos espaço ou não teremos força para nos ocuparmos.

Retirado de Cámbiate Blog (traduzido e adaptado)

O quanto este post foi útil para você?

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Leave a Comment
Share
Published by
Psico.Online

Recent Posts

Informação e imaginação na nossa ansiedade

Informação e imaginação tem ações concretas na nossa ansiedade? O quanto nossas informações e o…

4 semanas ago

Vão se os anéis, ficam-se os dedos

Cá com meus botões, pensando, enquanto procuro uma entrevista de Noam Chomsky, onde ele fala…

2 meses ago

Criticar o outro, fala mais sobre você.

"Nós não vemos as coisas como elas são, nós as vemos como somos ", disse…

3 meses ago

Quando paramos de nos preocupar com os outros…

Quando paramos de nos preocupar com os outros, a primeira vista, idealizamos que nossa vida…

5 meses ago

Infelicidade: me apeguei a ela e agora?

Infelicidade é a palavra felicidade com o prefixo de privação ou negação. Pode ser compreendida…

6 meses ago

Masturbação Infantil: não fique na mão com o assunto.

Esses dias respondi algumas perguntas sobre Masturbação Infantil para o site bebe.com.br e, como eles…

6 meses ago

This website uses cookies.