Anúncio
Categories: Comportamento

E quando sobra pra gente?

0
(0)
1 min de leitura · 

“Sobra pra gente” o que sobrou pra você ou para mim?

Quem nunca levou “uma” sem nem ao menos estar envolvido, esse texto não é para você. Costumamos escrever aqui, de diversas maneiras, que temos o controle de algumas situações, que devemos utilizar métodos, técnicas e nosso equilíbrio para sobreviver. Mas tenho que dizer uma coisa: nem sempre você recebe aquilo que merece.

Vamos deixar as coisas claras. Na psicologia ou no consultório quase sempre observamos o que você está passando. Conhecemos o seu mundo pelo relato trazido. Muitas vezes o que você fala, o que você faz, como você faz e como fala, são  observados para entender as coisas.

Existem pessoas que são vitimistas: aquelas que a culpa é de todos os outros e ela sempre que é a pobre alma do universo que sofreu; também existem as vítimas verdadeiras, aquelas que sobra pra gente e olha, era só o momento, a hora e o local errado.

Há uma linha teórica da psicologia que diz que as coisas são observadas pelo indivíduo e também pelo ambiente, logo, tenha em mente que, você pode fazer tudo certo, pode tentar controlar tudo, mas sim, pode ser que algo fora do seu controle aconteça na sua vida.

E nessas horas, a única coisa a fazer é perceber que você está envolvido em uma situação que não é a sua.

Quer um exemplo? Família: tem dia que muita gente está com “o ovo virado” e você está feliz. Acordou bem e está lá, cuidando da sua vida, quando pá: sobra pra gente.

Nesse momento você tem duas escolhas: entrar na vibe – e acabar com o seu dia – ou observar que o problema não é seu e deixar ele seguir. Ouvir, compreender e deixar passar.

Há vezes que você pode tentar ajudar e sobra ainda mais pra gente, mas é normal. Novamente, você apenas tira o seu time de campo e espera o tempo se encarregar de arrumar as coisas.

Tem horas que minha amiga leitora, não tem o que fazer: sobra pra gente e só… é a hora depois de conversar e entender o que houve, mas evite botar mais pilha, ok?

Leia também: Controle? Reagimos sem querer e agora?

O quanto este post foi útil para você?

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Leave a Comment
Share
Published by
Psico.Online

Recent Posts

Vão se os anéis, ficam-se os dedos

Cá com meus botões, pensando, enquanto procuro uma entrevista de Noam Chomsky, onde ele fala…

4 dias ago

Criticar o outro, fala mais sobre você.

"Nós não vemos as coisas como elas são, nós as vemos como somos ", disse…

4 semanas ago

Quando paramos de nos preocupar com os outros…

Quando paramos de nos preocupar com os outros, a primeira vista, idealizamos que nossa vida…

3 meses ago

Infelicidade: me apeguei a ela e agora?

Infelicidade é a palavra felicidade com o prefixo de privação ou negação. Pode ser compreendida…

4 meses ago

Masturbação Infantil: não fique na mão com o assunto.

Esses dias respondi algumas perguntas sobre Masturbação Infantil para o site bebe.com.br e, como eles…

4 meses ago

Escutar, ouvir e falar. O que você tem feito?

Ouvir ou escutar remete a ações muito parecidas. Muita gente sabe a diferença, mas no…

4 meses ago

This website uses cookies.