Anúncio
Categories: Fases da vida

Como lidar com o medo de envelhecer

2 min de leitura · 

O ser humano luta há séculos contra o envelhecer e a morte e busca, até hoje, com insistência, o “elixir da eterna juventude”.

Mas parece que hoje em dia está pior. Ter um corpo perfeito e um rosto livre de rugas é quase sinônimo de felicidade e êxito. Podemos observar uma clara hipervalorização da juventude e da beleza.

Antigamente a figura do ancião era muito mais relevante. Havia um lugar importante para ele na família: as pessoas o escutavam, respeitavam suas opiniões e hoje ele é rechaçado. Vivemos numa sociedade onde ser jovem está em alta e a velhice é vista como algo sem valor. Temos buscado essa juventude a qualquer preço.

“Nada nos faz envelhecer com mais rapidez que pensar incessantemente que estamos envelhecendo” (Georg Christoph Lichtenberg)

São os meios de comunicação que mais contribuem (patrocinados pela indústria de cosméticos e estética) para que as pessoas interiorizem a ideia de que beleza e juventude são sinônimos de felicidade. Ao contrário, a velhice está associada com estar doente, com a solidão e com sentimentos de vazio e tristeza.Neste percurso, existem pessoas que podem desenvolver verdadeiras fobias a envelhecer. As ideias negativas sobre a velhice vão penetrando nas pessoas e elas começam a lutar desesperadamente para apagar as marcas que o passar do tempo deixa em seus corpos. São infinitos procedimentos estéticos, cremes, tratamentos… passam muito tempo na academia, fazem dietas, buscam desesperadamente pela juventude. Passam a mentir a idade e o dia do aniversário vira um verdadeiro terror.

Então precisamos mudar esse cenário, enxergar a velhice e o envelhecer com bons olhos, aproveitar essa fase e esse percurso da vida.

Como podemos superar esses medos de envelhecer?

1.  Deixar de idealizar a juventude e não se apegar em recordações do passado que não nos levarão a parte alguma.

2. Centrar-se no aqui e agora. Hoje é o primeiro dia do resto de sua vida: aproveite!

3. Entenda a velhice como uma etapa qualquer de sua vida e que não necessariamente se associe a perdas, solidão ou deterioro físico grave. Adapte-se as inevitáveis mudanças da vida. Rompa com as falsas crenças sobre o envelhecer!

4. Não esconda sua idade por detrás de custosas intervenções cirúrgicas. Pontencialize sua autoestima: você vale muito, com ou sem rugas!

5. Esforce-se para aprender algo novo a cada dia. Olhe com curiosidade tudo o que está ao seu redor.

6. Faça coisas para ter uma vida mais saudável: um pouco de esporte, não fumar, cuidar do seu círculo de amigos, etc.

“Se não plantamos a árvore da sabedoria quando somos jovens, não nos emprestará sua sombra quando formos velhos” (Conde de Chesterfield)

Retirado de DonPsico – traduzido e adaptado

O quanto este post foi útil para você?

Psico.Online @sitepsicoonline

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Share
Published by
Psico.Online @sitepsicoonline

Recent Posts

Quando paramos de nos preocupar com os outros…

Quando paramos de nos preocupar com os outros, a primeira vista, idealizamos que nossa vida melhoraria. Olha, preciso dizer, isso…

2 semanas ago

Infelicidade: me apeguei a ela e agora?

Infelicidade é a palavra felicidade com o prefixo de privação ou negação. Pode ser compreendida como o oposto da felicidade.…

2 meses ago

Masturbação Infantil: não fique na mão com o assunto.

Esses dias respondi algumas perguntas sobre Masturbação Infantil para o site bebe.com.br e, como eles não utilizaram todo o conteúdo,…

2 meses ago

E quando sobra pra gente?

"Sobra pra gente" o que sobrou pra você ou para mim? Quem nunca levou "uma" sem nem ao menos estar…

2 meses ago

Escutar, ouvir e falar. O que você tem feito?

Ouvir ou escutar remete a ações muito parecidas. Muita gente sabe a diferença, mas no dia a dia — pelo…

2 meses ago

Será que eu sou gay?

Gay, homosexual, será que meu interesse sexual é assim ou assado? Lembro da primeira vez que vi essa pergunta por…

2 meses ago

This website uses cookies.