Não estou dando conta no Psico.Online

Não estou dando conta, o que que eu faço?
5 (1)

Não estou dando conta, o que fazer? Essa é uma pergunta que chega de várias formas aqui no Psico.Online e que muitas vezes atinge até os psicólogos e profissionais que fazem parte do nosso time. A primeira resposta, é: "não está dando conta do que"? E essa primeira resposta, em formato de uma pergunta, tem … Continue lendo Não estou dando conta, o que que eu faço?

presença no psico online

Presença: quando você não imagina o quanto importa
3 (1)

Presença é perceptível. Você pode até estar de corpo presente, mas se não estiver presente, aquele que está contigo notará. Isso vale para todas as ocasiões. Na aula. Em casa. Com amigos, irmãos e pais. Tem horas que é difícil manter a presença. São tantos entretenimentos. Celular chama. TV chama. Livro chama. Música chama. Contudo … Continue lendo Presença: quando você não imagina o quanto importa

mindfull mindfulness no psico.online

7 atitudes básicas do Mindfulness
5 (1)

Kabat-Zinn  propõe 7 atitudes básicas que constituem os principais suportes da prática da Plena Atenção: não julgar; paciência; mente do principiante; confiança; não-esforço; aceitação e a entrega. Essas atitudes são interdependentes, cada uma influencia as outras e cultiva alguma melhoria para as outras. Outras atitudes, como generosidade, gratidão, autocontrole, perdão, bondade, compaixão, equanimidade, etc. são … Continue lendo 7 atitudes básicas do Mindfulness

O corpo que morre e o corpo que pulsa: precisamos falar sobre o tempo!

O corpo que morre e o corpo que pulsa: precisamos falar sobre o tempo!
5 (1)

Tempo: De uns tempos pra cá, os estudos que mais têm me chamado a atenção são os relacionados ao tempo. Mas não daquele tempo relativo ao clima, ou aqueles estudos sobre o tempo futuro, em cumprimento de metas e prazos, ou lá daquele tempo passado, cheio de nostalgia... Não, meus leitores, quero me referir a … Continue lendo O corpo que morre e o corpo que pulsa: precisamos falar sobre o tempo!

O vazio e a angústia

Estou angustiada, sinto um vazio…
0 (0)

“Estou angustiada, sinto um vazio.... uma insegurança em minha vida. O que faço para mudar isso”? Essa foi a frase que nos chegou em uma das Caixas de Segredos e, por mais curta que seja, puxa assuntos que são discutidos desde a época dos grandes filósofos como Aristóteles, Descartes, Sócrates, Kierkegaard (difícil o nome né?). … Continue lendo Estou angustiada, sinto um vazio…

quando deixei de me preocupar

Quando deixei de me importar
0 (0)

Quando deixei de me importar? Talvez nunca, talvez em meio a tantas dores. Não há uma data quando você percebe que deixou de se importar ou quando começa a perceber que gostaria – preste atenção – gostaria de deixar de se importar. É isso mesmo leitor, quando essa frase vem, muitas vezes o problema não … Continue lendo Quando deixei de me importar

Captura de Tela 2017 12 19 às 02.46.51 Psico.Online Acesse agora.

Como eu me vejo e como os outros me veem
3.8 (4)

Como eu me vejo poderia ser o nome dessa campanha da Dove que se chama Retratos da Real Beleza e que foi lançada lá pelos idos de 2013. De lá para cá muita coisa mudou, mas o fato é que a mensagem continua válida e, como profissionais da saúde mental em vias de iniciar uma … Continue lendo Como eu me vejo e como os outros me veem