2 min de leitura · 

Como eu me vejo poderia ser o nome dessa campanha da Dove que se chama Retratos da Real Beleza e que foi lançada lá pelos idos de 2013.

De lá para cá muita coisa mudou, mas o fato é que a mensagem continua válida e, como profissionais da saúde mental em vias de iniciar uma campanha: quem cuida da mente, cuida da vida, é mais assertivo relembrar algumas coisas boas e “dar aquele toque” amigo para que você. Não seja tão auto crítica/o.

Aliás, ao invés de relembrar, vale comentar o que acontece no vídeo: algumas mulheres são convidadas a irem a um desenhista de retratos falados e descreverem-se. Outras mulheres, que fizeram amizade com elas pouco antes, são chamadas para dar uma descrição da anterior. Em todas, o desenhista não as vê e apenas desenha aquilo que é descrito para ele.

O resultado é incrível, tanto que fez esse video se tornar um dos grandes virais daquela época.

Mas vale pensar no seguinte: o quanto somos críticos e críticas em relação a nós mesmos?

O quanto cada uma das mulheres que se descreveram no vídeo, o fizeram transmitindo através da fala seus sinais de dor, de tristeza, de sofrimento e para ser redundante: da “mais alta baixa auto-estima” possível.

Imaginemos que muito do que expressaríamos quando fossemos nos descrever faz parte daquilo que está preso no nosso eu mais íntimo e profundo. Aliás, o trabalho de um psico é vasculhar essa auto-imagem.

Vejamos os desenhos e vamos pensar: como eu me vejo?

Captura de Tela 2017 12 19 às 02.46.51 Psico.Online Acesse agora.

A primeira imagem seria: “como eu me vejo” e a segunda imagem “como você me vê”.

O quanto de tudo isso faz parte das nossas máscaras? Será que um deles é a verdade e o outro apenas o que mostramos ao mundo ou será o contrário?

Captura de Tela 2017 12 19 às 02.47.19 Psico.Online Acesse agora.

O quanto o “como eu me vejo” deixa marcas sobre as marcas que adquirimos com o passar dos anos e o quanto são adicionadas por nós ao acreditarmos que aquilo que o outro falou (e que era maldoso ou simplesmente insensível) deixou a marca e o quanto as pessoas realmente vêem de nós mesmos?

Captura de Tela 2017 12 19 às 02.47.41 Psico.Online Acesse agora.

Muitas vezes vale o mesmo para as palavras: um grande autor disse que somos responsáveis por aquilo que falamos e não por aquilo que o outro entende. Qual será o cuidado que devemos ter ao expressar uma emoção, uma descrição de “como eu me vejo” ou de como eu vejo o mundo?

Veja mais de “Como eu me vejo” nos posts:

como eu me vejo
Captura de Tela 2017 12 19 às 02.48.40 Psico.Online Acesse agora.

Vale pensar um pouco diante do espelho, que muitas vezes desenvolvemos características que nem sempre são as melhores para nós mesmos e que em outros momentos, deveríamos focar nas nossas qualidades.

Proponho um exercício: use os comentários para dar uma boa característica sua. Fale bem de você. Vamos  desenvolver atitudes positivas diante do espelho e aprender a lidar com nossa auto imagem, o que me diz?

Leia mais sobre autoimagem

Carvalho, Giulia Xavier de et al. Insatisfação com a imagem corporal e fatores associados em adolescentes. Ciência & Saúde Coletiva [online]. 2020, v. 25, n. 7 [Acessado 28 Junho 2021] , pp. 2769-2782. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232020257.27452018. Epub 08 Jul 2020. ISSN 1678-4561. https://doi.org/10.1590/1413-81232020257.27452018.

Clique para votar
[Total: 4 Average: 3.8]

Sobre os Autores do Post:

Website | + posts

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Um comentário em “Como eu me vejo e como os outros me veem

Gostaríamos de escutar o que você tem a dizer.