Anúncio

Como eu me vejo e como os outros me veem

0
(0)
2 min de leitura · 

Como eu me vejo poderia ser o nome dessa campanha da Dove que se chama Retratos da Real Beleza e que foi lançada lá pelos idos de 2013.

De lá para cá muita coisa mudou, mas o fato é que a mensagem continua válida e, como profissionais da saúde mental em vias de iniciar uma campanha: quem cuida da mente, cuida da vida, é mais assertivo relembrar algumas coisas boas e “dar aquele toque” amigo para que você. Não seja tão auto crítica/o.

Aliás, ao invés de relembrar, vale comentar o que acontece no vídeo: algumas mulheres são convidadas a irem a um desenhista de retratos falados e descreverem-se. Outras mulheres, que fizeram amizade com elas pouco antes, são chamadas para dar uma descrição da anterior. Em todas, o desenhista não as vê e apenas desenha aquilo que é descrito para ele.

O resultado é incrível, tanto que fez esse video se tornar um dos grandes virais daquela época.

Mas vale pensar no seguinte: o quanto somos críticos e críticas em relação a nós mesmos?

O quanto cada uma das mulheres que se descreveram no vídeo, o fizeram transmitindo através da fala seus sinais de dor, de tristeza, de sofrimento e para ser redundante: da “mais alta baixa auto-estima” possível.

Imaginemos que muito do que expressaríamos quando fossemos nos descrever faz parte daquilo que está preso no nosso eu mais íntimo e profundo. Aliás, o trabalho de um psico é vasculhar essa auto-imagem.

Vejamos os desenhos e vamos pensar: como eu me vejo?

A primeira imagem seria: “como eu me vejo” e a segunda imagem “como você me vê”.

O quanto de tudo isso faz parte das nossas máscaras? Será que um deles é a verdade e o outro apenas o que mostramos ao mundo ou será o contrário?

O quanto o “como eu me vejo” deixa marcas sobre as marcas que adquirimos com o passar dos anos e o quanto são adicionadas por nós ao acreditarmos que aquilo que o outro falou (e que era maldoso ou simplesmente insensível) deixou a marca e o quanto as pessoas realmente vêem de nós mesmos?

Muitas vezes vale o mesmo para as palavras: um grande autor disse que somos responsáveis por aquilo que falamos e não por aquilo que o outro entende. Qual será o cuidado que devemos ter ao expressar uma emoção, uma descrição de “como eu me vejo” ou de como eu vejo o mundo?

Veja mais de “Como eu me vejo” nos posts:

 

Vale pensar um pouco diante do espelho, que muitas vezes desenvolvemos características que nem sempre são as melhores para nós mesmos e que em outros momentos, deveríamos focar nas nossas qualidades.

Proponho um exercício: use os comentários para dar uma boa característica sua. Fale bem de você. Vamos  desenvolver atitudes positivas diante do espelho e aprender a lidar com nossa auto imagem, o que me diz?

 

O quanto este post foi útil para você?

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Share
Published by
Psico.Online

Recent Posts

Quando paramos de nos preocupar com os outros…

Quando paramos de nos preocupar com os outros, a primeira vista, idealizamos que nossa vida…

2 meses ago

Infelicidade: me apeguei a ela e agora?

Infelicidade é a palavra felicidade com o prefixo de privação ou negação. Pode ser compreendida…

3 meses ago

Masturbação Infantil: não fique na mão com o assunto.

Esses dias respondi algumas perguntas sobre Masturbação Infantil para o site bebe.com.br e, como eles…

3 meses ago

E quando sobra pra gente?

"Sobra pra gente" o que sobrou pra você ou para mim? Quem nunca levou "uma"…

3 meses ago

Escutar, ouvir e falar. O que você tem feito?

Ouvir ou escutar remete a ações muito parecidas. Muita gente sabe a diferença, mas no…

3 meses ago

Será que eu sou gay?

Gay, homosexual, será que meu interesse sexual é assim ou assado? Lembro da primeira vez…

3 meses ago

This website uses cookies.