Empregabilidade - como arrumar um emprego no Psico.Online

Empregabilidade: Procura-se profissional atraente

3 min de leitura · 

Empregabilidade é o termo surgido na década de 90 cuja melhor definição é a de “Qualidade que o indivíduo tem de estar em sintonia e sincronizado com as exigências do mercado de trabalho.”

São requisitos de empregabilidade:

  1. Poder de comunicação;
  2. Paixão por aprender;
  3. Capacidade de Improvisar;
  4. Criatividade;
  5. Intuição;
  6. Conhecimento em várias áreas;
  7. Foco por resultados, etc…

Amplamente, empregabilidade significa o conjunto de competências e habilidades necessárias para uma pessoa manter-se colocada em uma empresa.

É a capacidade de conquistar e de manter um emprego de maneira sempre firme e valiosa.

E, como a natureza do emprego está mudando rapidamente, essa capacidade deve necessariamente incluir flexibilidade e inovação para acompanhar essa mudança..

O emprego está se tornando temporário, parcial, fugidio e passageiro. Mais do que isso: multifuncional, flexível e mutável.

Antigamente o propósito era ter um emprego para a vida toda. Concorda?

Atualmente, busca-se ser empregável para vida toda.  

Em tempo de globalização o termo empregabilidade passou a ser usado com mais frequência devido à grande concorrência global, as inovações tecnológicas e a busca por processos mais eficientes.

As empresas estão passando por diversas transformações referentes aos valores, visão de futuro, conflitos internos e externos, responsabilidades sociais que fazem surgir novas necessidades em termos de material humano.

Hoje, as empresas necessitam de profissionais com melhor preparo tanto tecnológico, quanto emocional.

Mas afinal o que significa empregabilidade? 

O conceito do termo empregabilidade tem como base questões como:

(a) suas habilidades pessoais e profissionais devem ser interessantes para o mercado de trabalho, e

(b) possuir diferenciais que se destacam comparando a outros profissionais que possuam uma trajetória que se assemelham a sua.

Diante dessas premissas, considera-se que as razões pelas quais uma empresa formalize um contrato e tenha você como um colaborador competitivo, será devido a sua história de gestão de vida e carreira, ou seja, é notável que ser diferente pode fazer a diferença.

A procura por profissionais mais competentes, atentos às novas tendências, que dominam as novas tecnologias, com maior qualificação, que possuem capacidade de inovar e de lidar com as outras pessoas, tornou a empregabilidade uma característica vital para uma empresa, quer seja nacional ou multinacional.

Desse modo, verifica-se que atualmente há muitos profissionais disponíveis no mercado, porém somente aqueles que efetivamente desenvolverem ao máximo suas competências e aperfeiçoarem suas habilidades conseguiram destacar-se.

Isso é cada vez mais notório nos processos seletivos, onde os detalhes fazem a diferença para a contratação.

E como você consegue aumentar a sua empregabilidade? 

Para manter, aumentar a sua empregabilidade e apresentar-se da melhor forma possível é imprescindível investir em você.

A qualificação é de extrema importância: a participação em cursos complementares e atividades extracurriculares manterão você  em vantagem em relação aos demais candidatos. 

Além do conhecimento teórico, o autoconhecimento é um investimento fundamental para o sucesso profissional.

O mundo de hoje é muito competitivo.

O indivíduo que tem o pleno conhecimento de si, sabe quais são seus pontos fortes e fracos, conseguindo dessa maneira definir quais os pontos que devem ser trabalhados ou melhorados para seu melhor desempenho profissional.

Além de que, conhecer exatamente suas vantagens competitivas na disputa de oportunidade e, também, as suas desvantagens em relação aos outros candidatos, aumenta as suas chances de conquistar as melhores oportunidades e progredir na vida profissional.

Enfim, o autoconhecimento faz toda a diferença: pois gera na pessoa mais confiança ao disputar uma vaga e executar suas tarefas.

A crise prolongada no mercado brasileiro demitiu muitos profissionais preparados, com alta formação técnica e de todas as idades, mercados e regiões do país.

O que aumentará a empregabilidade de cada profissional não é apenas a qualificação, mas sim o conjunto de qualidades frente aos seus concorrentes.

Você está se preparando e investindo em você e na sua empregabilidade?

Não esqueça a sua carreira é um bem muito precioso para ser relegado a terceiros. Quem tem que cuidar dela é você.

Você vai gostar de ler também:

Rubiane Pilati Medeiros
Psicóloga
Psicóloga Graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) 2001, Tubarão SC. Especialista em Administração Empresarial e Financeira pelo ESAP (2005) Formação em Avaliação Psicológica pela Qualità Psi Curitiba PR (2010). Orientadora Profissional e de Carreira pelo Portal Vocacional Curitiba PR (2015) Atua na área de Gestão de Pessoas a 15 anos possui experiência com Desenvolvimento Organizacional; Gestão de Recursos Humanos; Recrutamento e Seleção; Treinamento e Desenvolvimento; Pesquisa de clima organizacional; Aplicação e correção de Testes Psicológicos; Elaboração de Laudos e Pareceres; Entrevista e Análise de Avaliação de Desempenho; Adequação de Plano de Cargos e Salários e Política de Benefícios; Diagnóstico Organizacional; Programas Motivacionais e Projetos de Qualidade de Vida.
Rubiane Pilati Medeiros on EmailRubiane Pilati Medeiros on FacebookRubiane Pilati Medeiros on Linkedin

Rubiane Pilati Medeiros

Psicóloga Graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) 2001, Tubarão SC. Especialista em Administração Empresarial e Financeira pelo ESAP (2005) Formação em Avaliação Psicológica pela Qualità Psi Curitiba PR (2010). Orientadora Profissional e de Carreira pelo Portal Vocacional Curitiba PR (2015) Atua na área de Gestão de Pessoas a 15 anos possui experiência com Desenvolvimento Organizacional; Gestão de Recursos Humanos; Recrutamento e Seleção; Treinamento e Desenvolvimento; Pesquisa de clima organizacional; Aplicação e correção de Testes Psicológicos; Elaboração de Laudos e Pareceres; Entrevista e Análise de Avaliação de Desempenho; Adequação de Plano de Cargos e Salários e Política de Benefícios; Diagnóstico Organizacional; Programas Motivacionais e Projetos de Qualidade de Vida.

One thought to “Empregabilidade: Procura-se profissional atraente”

Participe, queremos ler o que você tem a dizer