Arquivos

Archiatric – Representações de 16 condições da saúde mental

1 min de leitura

O artista Federico Babina lançou um novo projeto chamado Archiatric, que retrata 16 diferentes condições da saúde mental como obras de arquitetura em vários estados de “construção/reparação”.

E se interpretássemos de uma forma literal a arquitetura da mente?

“in this series of images, I make an abstract exercise of translating one language to another” – nesta série de imagens, exercitei a abstração em um exercício de traduzir uma linguagem para outra – é o que diz Babina em uma tradução livre.

Os desenhos são abstratos, mas para quem vive com a agonia delas, eles são todos muito precisos.

“É bem verdade que a arquitetura e os espaços em que vivemos influenciam nosso comportamento e a psicopatologia”, prossegue, “que planeja espaços e também planeja atitudes, comportamentos e experiências emocionais”.

“ARQUIÁTRICO” ou Archiatric dá uma voz arquitetônica e artística para estados emocionais e distúrbios como ansiedade, depressão, demência e paranóia, autismo chamando a atenção para a sua relação com as pessoas criativas.

“Não quero colocar uma aura romântica em torno do desconforto e sofrimento da doença mental”, diz Babina, “mas sim fazer uma reflexão sobre os preconceitos e estigmas negativos com que as patologias da mente são freqüentemente observadas”.

Confira algumas dessas imagens de Archiatric

No vídeo é possível entender melhor a ideia da bipolaridade representada pelo artista e a transição de um lado para outro.

Na Ansiedade a prisão e a pressão no seu próprio interior representa de maneira sutil como uma pessoa ansiosa pode se sentir.

A Paranóia é outro elemento da perseguição em um labirinto que não se pode fugir.

O restante do trabalho de Frederico você pode encontrar aqui: http://federicobabina.com/ARCHIATRIC

prática clínica, feminismo, religião, divã, atendimento psicológico, psicologia, psicólogo

Feminismo e outras coisinhas mais na prática clínica

1 min de leitura

prática clínica, feminismo, religião

Tenho acompanhado alguns posts, fóruns e grupos de psicólogos com assuntos bastante polêmicos.

Dias atrás vi uma moça perguntando se havia algum psicólogo ou psicóloga cristão e foi o suficiente pra começar uma avalanche de julgamentos, defesas e críticas. Continue lendo

PLS 439/15 retira psicólog@s da atuação em RH

1 min de leitura

RH: O Projeto de Lei que tramita no Senado Federal para consulta pública de autoria do Senador Donizeti Nogueira do Tocantins relatado pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR) fala sobre as atividades do Administrador e exclui, das atividades psicólogos e psicólogas.

A PLS determina como exclusivas a profissionais formados em Administração as atividades que vêm sendo exercidas multiprofissionalmente na área de Recursos Humanos, tanto no Brasil quanto em outros países, tais como: organização de processos seletivos e concursos públicos, administração hospitalar e serviços de saúde, magistério e perícias em gestão das organizações, avaliação de desempenho de pessoas e consultoria em organizações e elaboração de planejamento estratégico.

Vote Contra – psicólogos são fundamentais no RH da sua empresa

Na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) do Ministério do Trabalho consta que, para profissionais de Recursos Humanos, é requerido escolaridade de ensino superior, e para Gerente de Recursos Humanos, nível superior completo, formados em qualquer ramo do conhecimento, com experiência ou formação complementar predominante nas áreas de Psicologia ou Administração. Para conferir, clique aqui.

RH é multiprofissional. RH também é campo de trabalho da psicologia. O PLS 439 vai na contramão da interdisciplinaridade que enriquece as discussões e processos de trabalho.

A explicação da ementa é:

Estabelece que cargos e funções com atribuições voltadas para os campos da Administração, em organizações privadas, não governamentais e públicas, somente poderão ser providos por Tecnólogos e Administradores profissionais regulares na forma da lei, que ficam obrigados a comprovar, anualmente, perante organização empregadora, a regularidade com o Conselho Regional de Administração – CRA. Estabelece multas aplicáveis pelos CRAs

RH-PLS-439-2015-Vote-Contra

Congresso Online Nacional de Educação escolar e familiar em Autismo

Autismo e Educação: 1º Congresso Nacional Online Gratuito

1 min de leitura

Autismo e Educação: O 1º Congresso Nacional Online de Educação Familiar e Escolar em Autismo – CONEFAU – ocorrerá entre os dias 17 a 22 de outubro, tem como objetivo disseminar conhecimento que possa auxiliar familiares, professores e profissionais.

Os temas relacionados ao autismo que serão abordados são:

  • Aspectos e conceitos gerais
  • Identificação e Intervenção Precoce
  • Desenvolvimento de Fala e Linguagem em
  • Habilidades Sociais em ambiente familiar e escolar
  • Integração Sensorial em ambiente familiar e escolar
  • Avaliação Educacional
  • Alfabetização
  • Ensino e Leitura e Escrita
  • Adaptações Curriculares
  • Abordagem Pragmática do Desenvolvimento da Linguagem
  • Análise Aplicada do Comportamento
  • Educação Musical

A participação no congresso é gratuita e as palestras poderão ser assistidas pelo site www.conefau.com.br, nele você encontra resumo das palestras e muitas outras informações.

A programação do evento contará com a participação de importantes especialistas do Brasil e do exterior, como pesquisadores, médicos, fonoaudiólogos, psicólogos, pedagogos, terapeuta ocupacional, familiares, organizações, associações e adulto com autismo.

Entre os palestrantes estão o Dr. Francisco Assumpção Jr (Universidade de São Paulo, USP), Dr. Walter Camargos (Instituto de Previdencia dos Servidores do Estado de Minas Gerais, IPSEMG), Dr Sadao Omote (Universidade Estadual Paulista, UNESP-Maríllia/SP) e Joe Santos (Associação Vencer Autismo, Portugal) e vários outros excelentes colaboradores.

Datas: de 17 a 22 de outubro
Instituição responsável: Instituto Nacional Saber Autismo
Valor: Gratuito

Curtiu? Ajude a divulgar. Compartilhe.


Veja os posts sobre Autismo no Blog Psico.Online


Conheça alguns dados relacionado ao Transtorno do Aspecto Autista disponíveis no Google através do link: https://g.co/kgs/jTl4om

estamos gastando muito tratando pessoas normais

Tratando pessoas normais

1 min de leitura

Estamos gastando muito dinheiro tratando pessoas normais, foi o que disse o psiquiatra norte-americano Allen Frances, 73, professor emérito na Universidade Duke, na Carolina do Norte (EUA), autor do livro “Voltando ao normal” (Versal Editores), recém-traduzido para o português.

O mesmo se aplica ao diagnóstico rotular aplicado sem testes ou um aprofundamento por parte dos profissionais em vários quesitos. Há uma grande discussão em torno da medicalização infantil e o processo de tratamento particularmente no DSM-5 (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais), de 2013.

Cabe aos profissionais da saúde pesquisarem e se aprofundarem no tema. Entendendo como e onde há a real necessidade de intervenção medicamentosa.

Temos de aceitar que nem toda angústia humana é transtorno psiquiátrico e que não há uma pílula para cada problema.

Continue lendo

Senado Federal do Brasil

PLS 557/2013 – projeto de lei sobre o atendimento de estudantes e profissionais da educação

1 min de leitura

O Senado Federal está com uma consulta pública para conhecer a opinião sobre o projeto de lei PLS-557/2013 que determina que os sistemas de ensino ofereçam atendimento psicológico ou psicopedagógico aos estudantes e profissionais da educação das redes públicas de educação básica (proposição oriunda do Projeto Jovem Senador).

Votar favoravelmente no projeto de lei?

Continue lendo