super profissional, super mulher, heroína

Para você lembrar que é um ser humano antes de ser um super profissional

2 min de leitura · 

Certa vez ouvi: Antes de ter um CRP, lembre-se, tem um RG!

É interessante como essa frase me abriu para muitas reflexões, antes de você querer ser um super profissional, é importante lembrar que é uma Pessoa, portada de defeitos, angústias, erros, potenciais, sonhos feitos, desfeitos e muito mais.

A cobrança do dia a dia para que sejamos cada vez mais perfeitos, especialistas, completos nos consome muito e lidar com toda essa pressão de que temos que nos aperfeiçoar cada vez mais e mais, gera grandes conflitos internos.

Clique e fale com um Psicóloga Online agoraUma delas é a auto cobrança, sim, queremos o melhor, isso não é nenhum mal, certo?! Afinal de contas queremos corresponder para nos sentir parte de algo e ter bons retornos daquilo que suadamente plantamos ao longo de nossa vida.

Porém, a Autocobrança pode ter um lado “sombra” que nos boicota, ao ponto de não confiarmos em nós e desperta uma sensação de que nada está tão bom assim, ainda não estou totalmente pronto para ser um “super profissional”. É preciso mais!

Desta forma é importante tomar alguns cuidados, pois ao mesmo tempo em que nos cobramos, investimos para melhorar e isso nos movimenta em busca de melhorias, paralelo a isso, essa sensação pode vir a se tornar um tormento, ao ponto de que a nossa inquietação venha trazer frustrações, inseguranças e caímos no descrédito para nós mesmos.

Eu não estou me esforçando ao máximo, tem alguma coisa errada comigo!?

Uma coisa que venho aprendendo nos últimos tempos é admitir que tenho limites, não dá para fazer tudo e nem cem por cento perfeito, e isso é uma generosidade comigo mesma.

Existem coisas que não dependem de nós, por mais que façamos sempre um movimento de tentar controlar o nosso entorno, mesmo assim há coisas que fogem do nosso alcance, admitir isso é uma atitude de humanidade conosco.

Então, que tal pisar um pouco no freio e admitir os seus limites e estar mais presente com você?! Consciente de suas atitudes, mais humano, menos controlador e mais agradecido, por tentar fazer o melhor por si, numa atitude mais acolhedora, isso mesmo…ser mais acolhedor com você, se permitir mais, sabe!?

E outra, por que queremos ser SUPER? Não podemos somente SER? Ser o melhor que conseguimos, admitindo os nossos limites!

Vale pensar que a sensação de ser Super também pode ser perigosa, pois quando nos sentimos PRONTOS e ACABADOS, não há o que evoluir, THE END! Porém, a Vida é um grande fluir, onde não estarmos totalmente prontos faz parte de nossa condição humana.

Penso que ao estarmos  cada vez mais abertos e suavizados na autocobrança , será possível perceber que o mais interessante da vida é a magia do fluir, nada se encontra em um fim, mas sim na maravilhosa arte de continuar.

E assim somos nós, um material que não se acaba e não tem um fim, enquanto houver vida sempre  haverá o que aprender e rever, impossível ficarmos prontos, mas podemos tentar ser cada vez mais  HUMANOS.

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média / 5. Contagem de Votos:

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Suzidalia Alves dos Santos Brito

Psicóloga CRP 06/126904. Humanista adepta da Abordagem Centrada na Pessoa, também graduada em Gestão de Recursos Humanos. Mais de 6 anos de experiência com Saúde Pública; Realizo Palestras Corporativas e em instituições no geral, treinamentos motivacionais e em desenvolvimento de pessoas. Desenvolvo trabalhos em bem-estar, saúde e adoro trabalhar com as pessoas em suas diversas complexidades. Contatos: 11 96548-3610 Fale com esta Psico.Online https://meupsicoonline.com.br/psicologa-suzidalia

2 thoughts to “Para você lembrar que é um ser humano antes de ser um super profissional”

  1. Muito bom seu artigo, com base no que foi dito podemos afirmar que somos seres em constante evolução e que possuímos uma coisa a qual considero magnífica, a SUBJETIVIDADE.
    Por isso os diferentes limites, diferentes pensamentos , cada um com suas questões e ensinamentos, nos cobramos tanto porque o mundo nos exige muito isso hoje, a correria do dia a dia a competição e por isso acabamos nos perdendo em meio a tantos acontecimentos. Mas podemos sim deixar de nos cobrarmos e respeitar nossos limites, afinal de contas nada é mais importante do que nós mesmos.
    Parabéns pelo texto!

Participe, queremos ler o que você tem a dizer