dicas-para-quando-nos-sentimos-sozinhos

O que fazer quando você se sente sozinho ou sozinha

4 min de leitura · 

Leia este quadrinho sobre sentir-se sozinho antes de avançarmos para o texto.

A primeira coisa a se fazer quando você se sente sozinho é entender o quanto isso é prejudicial ou o quanto é recompensador. Como no quadrinho acima, estar só é apenas estar só.

Embora vivamos numa sociedade globalizada, com muita gente a nossa volta: no trabalho, na condução, na família onde quer que seja, muito do “estar só” vem de algumas coisas que escolhemos para nós mesmos.

Clique e fale com um Psicóloga Online agoraVale a pena, se isso for recorrente, falar com um Psico.Online ou com o seu próprio psicoterapeuta a respeito, principalmente, porque o problema, como na grande maioria das vezes,  existe quando essa solidão e afastamento passam a ser excessivos e interferir diretamente na sua relação.

Nada que não seja equilibrado é muito bom para qualquer um de nós. Entendido?

Mas a ideia do post é dar algumas sugestões do que fazer quando você se sentir sozinho, ou o que fazer quando você se sentir sozinha, já a máxima: “estou me sentindo pra baixo” ou “estou me sentido triste” é bastante comum aqui na Internet e na nossa sociedade moderna.

Fala sobre o seu sentimento com alguém que você confia

Nesse momento você tem algumas escolhas e algumas certezas que não estão muito bem afirmadas com a realidade: “não quero falar com um conhecido”. “Não acho que seja importante falar sobre isso”. “Não vai adiantar nada falar sobre isso”.

Tá errado viu! Falar é um dos principais caminhos para que esse sentimento passe. Você pode falar com alguém de confiança e que esteja disposto a ouvir, pode falar com um psicólogo ou pode falar com um desconhecido. Mas fale!

Sabia que aqui no blog mesmo indicamos dois serviços voluntários para você conversar e expor esse sentimento com outras pessoas? Dá uma olhada no Chat do VladNet ou liga para um voluntário do CVV, tá ali na barra lateral esses contatos, bem no finzinho.

Em último caso, lance mão de ferramentas online como vídeos ao vivo no Instagram, do Facebook, Periscope.

Organize o ambiente

Essas horas são as melhores para fazer os afazeres domésticos, rever fotos, arrumar os livros o que nos leva para a próxima dica. Mas tenha em mente que o antigo dito popular que “cabeça vazia oficina do diabo” tem lá suas realidades.

Tanto por que a origem do termo Diabo tem relação com DAI-MON, “provedor, aquele que divide”, de uma base DA-, “repartir, dividir”. “representa o diabolos por excelência, fator básico da separatividade pessoal, que se encontra na fonte mesma da violência a nível individual, social e ambiental. Portanto, o egocentrismo pode ser considerado a causa comum de todo tipo de violência.”

Ou seja, se você está com a cabeça vazia, provavelmente está agindo violentamente contra sí. Entenda que somos ativos, precisamos de ação e movimento. Logo, é essencial que nestes momentos você: arrume as contas, organize o livro, movimente-se. 😉

Assista um filme ou leia um livro ou história em quadrinhos

Nesses momentos não queremos pensar muito. Nada melhor que um seriado sem sentido e bem fraquinho de pensamento para nos ajudar a distrair e alterar o foco.

Um filme, uma série, são recursos rápidos assim como uma história em quadrinho. Mas você poderá ir além e pegar um livro. Leia, começou e não gostou, pegue outro. Não gostou, faça de novo até encontrar um que prenda sua atenção. Não existe a obrigatoriedade de ler livros até o final e esquecemos disso. Nesse momento o importante é que você coloque sua energia em algo que te direcione a novos horizontes. 😉

Chore se tiver vontade

Nossa sociedade tem um problema com o choro. E como o meme diz: “o choro é livre”. Aliás, é essencial. Além de todos os benefícios físicos ele vem com benefícios emocionais incríveis. Não chorar impede o fluxo essencial. Sabe o que acontece quando uma panela de pressão não deixa sair a pressão? Explode. Pense sobre isso.

Invente coisas para relaxar

Este é o momento para tomar um banho com sais, essências, luzes apagadas ou coloridas ou só um banho demorado. Você inclusive pode fazer isso em duas etapas, faça o conhecido “escaldapé” onde você enche um recipiente com água quente e mergulha os pés por um tempo e aproveite para relaxar.

Dá inclusive para ler alguma coisa ou escutar uma música enquanto faz isso.

Se preferir, você pode meditar. Temos vários textos aqui no blog ou na internet mesmo falando sobre a meditação e os benefícios que ela traz para o corpo e para a cabeça.

Sentir-se sozinho ou sozinha é diferente de estar só.

E o mais importante,

Saiba que por mais que você está com essa sensação de que está sozinho ou sozinha você não está. Há milhões de pessoas no mundo fazendo o mesmo que você e fazendo outras coisas. Tente não construir barreiras, mas criar pontes. Sei que é meio “falar é fácil”, mas é que quando entramos em uma sintonia ruim, cabe a nós sairmos dela. Claro que a ajuda vem se você permitir.

Ouça o que seu coração, sua intuição, seja lá o nome que você dá para aquela sensação de “é isso que deveria fazer” diz. Muitas vezes ela ajuda muito.

E claro, conte com nossos Psicos.Online. use a caixa-de-segredos. Chame nos canais de contato e redes sociais. Os psicólogos e psicólogas podem ajudar muito nesse processo de entender como é lidar com o “sentir-se só”. 😉

Referências

Você vai gostar de ler também:

Psico.Online
Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.
Psico.Online on FacebookPsico.Online on GooglePsico.Online on InstagramPsico.Online on LinkedinPsico.Online on PinterestPsico.Online on TumblrPsico.Online on TwitterPsico.Online on WordpressPsico.Online on Youtube

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

12 thoughts to “O que fazer quando você se sente sozinho ou sozinha”

  1. Oi..bom dia!
    Sinto falta de ter uma amiga, com quem sair, tomar um sorvete enfim jogar conversa fora..ir a casa dela ela vir a minha casa..ter uma vida alem de ser mãe em tempo integral, e ter um marido q não me abraça, q não me toca, q parece se importar pouco comigo e demais com as contas.
    Qdo o assunto é ele..blz tudo em cima..qdo o assunto é filhos okay..nas qdo se refere a mim..aff
    Não tenho vez..me sinto esgotada..e nao sei o q fazer pra me recarregar.

    1. Olá, Katiuscia!
      Acredito que o ideal seja você buscar alguém que te dê apoio psicológico e te ajude a compreender o que te agrada, o que te faz bem ou não e, inclusive, compreender melhor alguns aspectos dessa relação que você menciona e que, a princípio, parece unilateral. Pode ser que a gente deposite expectativa demais nos outros e isso nos frustrará, mas também pode ser que faltem adaptações. Só um trabalho minucioso, acolhedor e atento te dará essas respostas.

    2. Oi meu nome e Ro [nome moderado para preservar a identidade] eu me sinto igual a vc sozinha sem amigos . Aqui onde eu moro só tenho 2 amigas mas quase não vem aqui em casa eu não tenho um bom relacionamento com minha mãe por isso me sinto muito sozinha e angustiada. já pensei em fazer uma besteira. Também sou casada e tenho 2 filhas meu marido também não me da carinho e só pensa e contas e trabalho e deixa a desejar com a família . Só me põe pra baixo diz que as pessoas não gostam de mim. Eu não sei oque fazer só queria fugir .

      1. Olá Ro.

        Vamos pensar em qualidade e não em quantidade. Essas duas amigas que você tem podem fazer a diferença.
        Sobre seus relacionamentos com a mãe e marido, sugerimos que você busque o auxilio de um profissional – online ou presencial – para falar de cada um deles e sobre as angustias, sobre esse por para baixo e vontade de fugir. Esperemos que um profissional do Psico.Online possa auxiliar ou que você encontre seu psicólogo para ver se existem outras possibilidades boas em sua vida.

        Um grande abraço,
        Equipe de Atendimento
        Psico.Online

  2. Olá, Bom dia.
    já alguns anos venho percebendo que mim sentindo invisível.,entre amigos, colegas, família, vizinhos, e as pessoas que tento mim aproximar.
    fico achando que as pessoas, só se aproximam de mim enquanto tenho algo a oferecer,depois somem
    no trabalho só para trabalho,na família só para trabalho, os amigos só para trabalho,vizinhos,novos colegas todos,
    quando saio de serviço ou não tenho trabalho a oferecer, mim sinto só, sinto que estou sozinho,mim pego falando só,sinto mim triste ais vezes, por não ter mais pessoas pro cimo de mim,

    1. Olá Roberto,

      Acreditamos que esse é um assunto que você poderia tratar com um dos profissionais do http://www.meupsicoonline.com.br por orientação psicológica online. Nesse processo terapêutico você buscaria, junto com o psicólogo, compreender o que está acontece e o que poderia ser feito para que as coisas fossem diferentes. #ficaadica.
      Obrigado por compartilhar conosco.
      Equipe de Atenção ao Cliente,
      Psico.Online

  3. Olá boa noite! [corte para preservar sua privacidade] Um dos pensamentos mais negativos que tenho e pensar que sera que eu vou conseguir vencer a depressão? Ou será que existe um motivo desconhecido pra eu esta assim?

    1. Simone, é importante que você busque apoio psicológico. O par medicamentos e acompanhamento terapêutico irá ajudar muito em tudo o que você relatou no comentário.
      Aliás, moderamos (fizemos um corte) do conteúdo, para preservar sua privacidade. Não é o tipo de assunto que você deve deixar público pois se trata de assuntos importantes que deverão ser levados ao psiquiatra (que vc já utiliza) e ao profissional que você buscar.
      Recomendamos que procure por psicólogos que façam atendimento social, faculdades de psicologia costumo ter clinica escola que fazem atendimentos gratuitos também.
      Esperamos que você consiga, em um próximo comentário, dizer que está muito bem e que as coisas melhoraram.
      Um abraço fraterno.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer