janelas da alma olhar profundo

Janelas da alma: enxergando além dos olhos

1 min de leitura · 

Hoje é o dia do Oftalmologista e nada melhor do que falar sobre os olhos, nossas janelas da alma, para parabenizar esses profissionais.

Todos os dias enxergamos com os olhos abertos milhares e milhares de coisas, formas, cores, profundidades, mas por vezes nos esquecemos de enxergar de olhos fechados. Enxergar aquilo que está além da linha do horizonte, enxergar o que nos motiva e o que nos toca profundamente.

Todos os dias temos a chance de cruzar nosso olhar com o olhar do outro, mas quantas vezes desviamos esses olhos e não nos permitimos ser vistos ou ver o interior do outro, não nos permitimos trocar olhares e silêncios. Não nos permitimos falar por meio dos olhos.

Mesmo com a cegueira física, podemos ter nossas janelas da alma abertas e enxergar além do que vimos

Nosso olhar guarda muita coisa, muitos segredos, muitas emoções. Quem não enxerga também tem tudo isso no olhar, na expressão.
Pra enxergar de verdade o melhor olhar é o do coração, aquele que vai além dos olhos, que penetra no interior, na alma do outro e pra isso não precisamos de visão, precisamos de sensibilidade, de empatia.

Procure permitir que seus olhos sejam invadidos pelos olhos de quem você ama, invada os olhos dessa pessoa também, com sensibilidade e cuidado, demonstre o que você gostaria de dizer, mas usando apenas o olhar, a sutileza do olhar. Observe como você se sente ao encarar alguém nos olhos e ao ser encarado, também.

E eu fico aqui pensando, num mundo onde estamos saturados de imagens e de estímulos de todos os tipos, num mundo onde o celular se tornou nosso melhor amigo, olhar nos olhos é coisa para poucos, não?

Que a gente nunca se esqueça de enxergar o interior, pois a pior cegueira é a cegueira da alma.

Queria compartilhar esse trabalho lindo da Cia. de Ballet de Cegos, pra inspirar nossa alma
https://youtu.be/Bn3tkJF_n6M

E um pouco do trabalho do fotógrafo cego, Evgen Bavcar
evgenbavcar.com

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média / 5. Contagem de Votos:

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Raquel Ferreira

CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer