sufoco como sair da pressão

Sufoco: quando você está prestes a explodir

5
(3)
2 min de leitura · 

Sufoco, acho essa palavra interessante, embora ela nos remeta a algo muito ruim.

Ela vem de sufocar e o sufocamento é quando nossas vias respiratórias estão obstruídas. Essa obstrução pode ser causada por algo externo ou por uma lesão por exemplo.

Acabamos por dizer, várias vezes, que estamos em um sufoco quando começamos a nos debater em torno de nossos próprios problemas. Claro, também há as suas variações: “estou no sufoco” (sem ar ou sem fôlego) diante de tantas tarefas que agregamos ao nosso dia-a-dia.

O que fazer quando isso acontece?

Como e quando devemos notar que o sufoco parece que nos fará explodir de tantas obrigações que a vida coloca diante de nós? Vamos listar, agora, algumas sugestões para esses momentos de grande sufoco.

1. Atente-se para aquilo que está te sufocando.

Perceber o que está causando o sufoco na sua vida é uma das partes mais importantes para que uma atitude seja tomada em relação àquilo que está diante de você.

No processo terapeutico, essa etapa é a quando a investigação começa a explorar quais são os gatilhos. O profissional que estiver acompanhando o seu desenvolvimento, fará perguntas que levarão ao momento da “eureka”. Acabei de perceber que é isso que está acontecendo na minha vida.

2. Identificado o sufoco, tome atitudes

Após identificar o problema é a hora de planejar o desenvolvimento de como sair dele. É a saída do sufoco, as atitudes necessárias para que consigamos por a cabeça para fora da tempestade.

Nessa parte do processo, você e seu terapeuta trabalharão em opções que sejam possíveis de execução por você para sair desse sufoco. Quais as atitudes que você pode tomar para fugir do status quo, dar uma girada na roda da vida e fazer com que ela tome outro rumo.

No processo de identificação e tomada de atitudes vale a listagem. Isso mesmo, criar uma lista com as possibilidades de ação. Não precisa que neste momento elas sejam colocadas em prática, mas que sejam estudadas, para que entremos, então na ultima parte do processo.

3. Saindo do sufoco

Identificado o problema. Criadas as possibilidades de ação é necessário colocar algumas delas em prática para sair do sufoco. Nesse momento é importante que você tenha consciência de que uma mudança será esperada e que será necessário mantê-la. Conversas com o seu psico podem ajudar muito nesse momento.

Juntos vocês colocarão em prática o modelo escolhido e trabalharão para que ele seja mantido.

4. Revendo o processo

Para tudo é necessário entender o que será feito agora que a mudança foi operada. O que está mudando, o que precisa de outro lugar na sua vida e o que precisa ser descartado? Tudo deve ser considerado e levado em consideração para que várias coisas sejam pensadas. Por exemplo: agora que você saiu do sufoco, o que fará para não voltar para ele?

Esperamos que este passo a passo possa ajudar você em um momento de crise. Mas não se esqueça, o profissional de psicologia não tem as respostas, ele ajudará você chegar até ela com o melhor caminho para você.

Até a próxima.

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média 5 / 5. Contagem de Votos: 3

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer