1 min de leitura · 

Ser mãe e padecer no Paraíso! Mamães: Quero “desdizer” essa frase antiga.

Nada disso, ser mamãe é não saber o que será de você, nem dele, nem daquele. 

É não saber de nadica de nada. Ser mãe é tentar adivinhar a cada segundo, cada respiro, cada suspiro… Padecer? Paraíso? Quem disse que “ser mãe e padecer no paraíso” não foi uma mamãe, com certeza!

ser mãe e padecer no paraíso
família de mães

Ser mamãe é compadecer-se o tempo todo por alguém que nem se sabe no que vai dar… Paraíso não pode existir quando se tem o coração fora do peito, batendo, doendo, gritando, gemendo, sorrindo, sofrendo 24 horas por dia, 30 dias no mês, 12 meses num ano.

Ser mamãe é um dom, sim, porém mais do que isso, é um exercício diário de dar e nem sempre receber, de amar e nem sempre se corresponder com quem se ama, de sonhar sonhos que não são seus, de amar sem condição alguma e ainda assim, deixar brotar um sentimento que nem você conhecia.

Ser mãe e padecer no paraíso, não.

Ser mamãe é se descobrir, é se ver e se enxergar, é crescer 3 metros em sua pequena estatura pra defender sua cria… Ser mãe é respeitar o silêncio da dor do seu pequeno(a), é dar exemplos que você nem sequer recebeu, é buscar forças na sabedoria do dia a dia, é enfrentar gigantes e guerrear com cada um deles e dizer: Não se atreva a tocar num fio de cabelo dele(a).

Ser mamãe é se abastecer todo o tempo da fé, do entendimento, muitas vezes no silêncio de um quarto solitário. É abrir o chuveiro pra deixar que as lágrimas se misturem ao barulho da água pra que ninguém as escute.

E ao passar dos anos, poder se orgulhar da sua descendência, com a decência e o orgulho de quem ergue uma bandeira com mãos limpas e com o coração puro diante dos céus que enviou seus anjos pra nós, Mães!

Por Luiza Freitas

Veja Também

Clique para votar
[Total: 0 Average: 0]

Sobre os Autores do Post:

Website | + posts

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

3 comentários em “Sobre ser mãe e padecer no paraíso

  1. Não… Ser mãe é uma construção social e uma necessidade evolutiva de garantir descendentes. Achei o texto tendaqui muito tendencioso para o q é esperado de uma mãe e não do que mães sentem, inclusive mães q não estão bem com a maternidade. Para um artigo num site que diz PsicoOnline, não tá nada bom.

  2. a vida inteira eu me perguntei onde ficava o paraíso, ate que descobri que o paraiso é construção, tijolo por tijolo, dia a dia, nessa terra debaixo do sol. abraço.

Gostaríamos de escutar o que você tem a dizer.