Será que sou lésbica?

4
(12)
2 min de leitura · 

Esses dias estava de bobeira nas redes sociais e de repente me deparei com um texto cujo título era: “será que sou lésbica?”

Curiosa que sou e seguidora da escritora que o redigiu, abri o link, mas não vi ali a resposta para essa pergunta. Não que hoje eu tenha alguma dúvida a respeito de minha orientação sexual, mas sim, já tive e, queria saber como o texto lidaria com o assunto.

Decepção detectada, decidi escrever meu próprio texto e quem sabe, ajudar alguém que tem a mesma dúvida que um dia eu e outras milhares de meninas já tiveram.

Será que sou lésbica?

Geralmente essa pergunta vem depois que a gente se pega achando outra mulher bonita ou sentindo algo atrativo demais pelo mesmo sexo. De repente, no auge da sua adolescência ou juventude, você se pega excitada vendo uma mulher, ou duas. E como boa filha da “família tradicional brasileira” que é, logo tenta se aquietar, mas aquelas sensações ou pensamentos estranhos insistem em te incomodar.

Clique e fale com um Psicóloga Online agoraRespira fundo, toma água, vai ver um filme, mas não adianta… a dúvida está ali, instalada, pronta para tirar a sua paz.

Brincadeiras a parte, boa parte de nós, mulheres, garotas, meninas, já tivemos essa dúvida e ela é normal.

Normal em vários pontos de vista, inclusive. Normal se você for mesmo lésbica. Sim, se você com o passar do tempo descobrir que gosta de garotas, está tudo bem, talvez precise de uma ajudinha ou outra para lidar com a questão, mas não há nada de errado nisso. Amar é saudável, não importa a forma 😉

Leia também: Sobre a cura gay, terapia de reversão e afins

E normal achar que gosta de meninas em algum momento da vida.

Quando começamos a nos descobrir enquanto seres sexuais, podem surgir dúvidas do que gostamos ou de quem gostamos. Não significa que você seja lésbica. Aliás, tem mulher que não se envolveria com outra, mas que pode se excitar vendo outras. Isso faz parte das ferramentas que estimulam a nossa imaginação e está tudo bem também. Nada de anormal 😉

Então em resumo é o seguinte, com o tempo você saberá se nasceu e gosta de meninos, meninas ou dos dois. A dúvida faz parte do nosso processo de amadurecimento e não é uma anomalia. Se essa dúvida persistir por muito tempo, você pode conversar com um/a psicólogo/a a respeito e tentar entender o que está acontecendo, mas sem medos, sem preconceitos, sem julgamentos prévios.

De novo, pode ser só uma dúvida, pode ser só uma fase de curiosidades e pode ser você. O importante é que esteja bem, tranquila e em paz com quem você é.

Leia também: Descobri um novo interesse sexual e tenho dúvidas

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média 4 / 5. Contagem de Votos: 12

Nenhum voto ainda. Que tal você começar?

Compartilhe este post nas redes sociais.

Ajude outras pessoas a conhecer esse conteúdo.

Sentimos muito por este post não ter agradado.

Se possível, nos diga como você acha que podemos melhorar.

Sobre os Autores do Post:

Author profile

CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

Raquel Ferreira

CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

17 thoughts on “Será que sou lésbica?

  • Pingback: Será que eu sou gay? | Psico.Online Blog

  • julho 9, 2020 em 7:36 am
    Permalink

    Não tirou minha dúvida, há muito tempo me relaciono com homens, mas tbm fico muito com mulheres, nunca tive coragem de me relacionar com uma mulher, mas nunca me senti feliz com nenhum homem… será que só não encontrei “o cara certo” ou estou me enganando tentando algo que nunca vou achar o suficiente pra mim? 🙁

    Resposta
    • julho 21, 2020 em 8:01 pm
      Permalink

      Talita, não existe essa de “o cara de certo” ou “a mina certa”. Todos nós somos pessoas, seres humanos com falhas, desejos, pontos fortes e pontos fracos.
      Recomendo que você agende uma sessão para entender melhor essa sua dúvida, por que você acredita que está se enganando ou por que crê que não encontrou a pessoa certa.
      Nesse passo a passo você e um psico.online podem seguir para entender o que é melhor para você. 🙂

      Resposta
      • agosto 19, 2020 em 12:24 pm
        Permalink

        Eu também tô em dúvida sobre minha sexualidade não sei se gosto de mulher .

        Resposta
        • agosto 28, 2020 em 11:35 pm
          Permalink

          me relaciono com homens mas quando me tocam eu sinto nojo e não sei porque. Já tentei gostar mas não adianta eu não consigo gostar, minha mãe fala q é porque tenho q encontrar um rapaz pelo qual eu sou apaixonada. e eu já fiquei com uma amiga e gostei a um tempo atrás e sinto atração por algumas garotas, então acreditava eu q eu era bi mas nao sei, minha mente tá confusa

          Resposta
          • setembro 6, 2020 em 5:23 pm
            Permalink

            Olá Carina,
            seria importante você levar essa assunto para sua terapia. Me chama a atenção sua frase “tentei gostar” “não consigo gostar” e isso precisaria ser conversado mais profundamente tanto quanto a limites, quanto ao fato de forçar-se e pensar nessa necessidade de uma resposta rápida. Vamos fazer uma analogia: há sabores que você “não gosta” mas também “não desgosta” e acaba comendo. Há outros alimentos que você aprende a gostar, mas nunca satisfazem a sua vontade. Há entretanto coisas que embora não sejam tão saborosas você não pode viver sem e ainda é possível fazer de diferentes maneiras – como o arroz. E há aquelas comidas que você não experimentou e que podem ser deliciosas ou causar nojo. Não saberia dizer para você se é esse o caso, e por isso colocar isso na terapia seria muito importante. O fato de ter gostado de ficar com uma amiga seria pelo afeto? Pelo desejo? Por ela ser sua amiga? Quais os motivadores desse gostar? O que você desgosta?
            Se quiser há um botão agendar conversas com um dos nossos psicólogos, e acredito, de verdade que seria um ponto importante para deixar essa confusão de lado e conhecer-se um pouco mais.

            Fique bem.
            Com Atenção,
            Equipe Psico.Online

          • setembro 17, 2020 em 10:06 am
            Permalink

            Minha situação é totalmente igual à sua

  • julho 13, 2020 em 3:38 pm
    Permalink

    Eu [moderado para manter a privacidade] e já tive muitos relacionamentos com homens, mas também desde cedo eu tive experiência com mulheres e isso fez com que eu ficasse na dúvida do que eu gosto de verdade, se de homem ou de mulher ou os dois, e tenho essa dúvida até hoje, dizem que eu tenho depressão, porque eu me corto, mas eu não consigo me conformar com isso, mais também não posso negar que possa ser um razão por isso, eu tenho medo de me abrir até com minha mãe por isso, mais eu sei que também tenho que que pensar muito bem antes de de me abrir com alguém em relação a isso, eu já namorei com mulher, e isso me fez perceber que pelo menos meu pai não me entendia…tinha muito a desabafar, a falar, mais não posso escrever um textão pra vcs.

    Resposta
    • agosto 22, 2020 em 11:42 pm
      Permalink

      Oi… Como vai?
      Vamos começar com uma informaçāo muito importante, na sua idade é preciso se conhecer mais ao invés de ter tantas relações como vc trouxe, falar com a sua mãe embora difícil pode ser o melhor caminho. Em todo o caso recomendo que procure por um psicólogo junto com um adulto responsável para aprofundar em tudo mais que vamos falar.
      Sobre a sua dúvida a respeito de sua orientação: isso é algo bem íntimo e vc vai precisar mais do que uma mensagem para descobrir o que sente.
      Tenta investigar com quem vc se sente mais a vontade, mais atraída e que tem mais prazer, talvez assim vc consiga ter um caminho para descobrir se tem alguma preferencia e também existe a possibilidade de gostar dos dois gêneros e não há nenhum problema nisso.
      Quanto a questão de se cortar: não necessariamente é depressão ou é, sugiro marcar uma sessão, pois independe do vc tiver, o fato de se cortar é sinal de que algo não está legal, talvez algum sofrimento que precisa ser investigado, ok?
      E sobre a questão do textão, fique à vontade, mas o ideal seria marcar uma consulta.
      Muito obrigada pela confiança, espero ter ajudado.
      Atenciosamente,
      Percília Alvarenga
      Psicóloga Psico.Online

      Resposta
  • julho 19, 2020 em 12:17 am
    Permalink

    como posso assumir para minha familia que sou lesbica?

    Resposta
    • julho 19, 2020 em 5:45 pm
      Permalink

      Olá Luiza, essa não é uma resposta que podemos dar para você.
      Podemos falar em sessão os prós e contras e fortalecer você para saber se e quando tomar essa decisão.
      Entender prós e contras e falar sobre o assunto abertamente.
      Estamos por aqui, caso precise ok?
      Um abraço, equipe Psico.ONline

      Resposta
    • julho 21, 2020 em 8:03 pm
      Permalink

      Entra em contato com a gente via facebook messenger ou instagram? 🙂 ou Marca uma sessão com seus dados que um dos psicos vai entrar em contato para agendar o melhor dia, horário e valores com você. 🙂

      Resposta
      • julho 30, 2020 em 7:07 pm
        Permalink

        Oi me chamo Maria Eduarda ja faz um tempo q estoua com essa duvida eu qr pensar que não sou sou mas eu acho q eu sou não sei eu sou tão confusa e tenho muito medo de eu ser o poplema não é esse o poplema é q as vezes eu acho q gosto da minha prima

        Resposta
        • agosto 2, 2020 em 1:43 am
          Permalink

          Olá Maria Eduarda, que confusão essa heim! Tem algumas perguntas aí para serem respondidas. Qual o motivo desse medo?
          Olha, você não nos contou a sua idade, mas recomendo que procure um psi para trabalhar junto.

          Resposta
  • Pingback: Envelhecimento: 4 dicas para viver bem no seu envelhecer | Psico.Online Blog

  • agosto 21, 2020 em 11:55 pm
    Permalink

    Eu gosto de homens… Mas…. Mulheres me atraem… Nao sei se sou hetero ou bi…
    Ou ate msm lésbica..

    Resposta
    • agosto 30, 2020 em 4:06 pm
      Permalink

      Olá Manuella,

      Acreditamos que seria importante algumas consultas para você entender melhor o que está acontecendo.
      Olhe os outros comentários e respostas que nossa equipe postou aqui. Podem auxiliar.

      Atenciosamente,
      Equipe Psico.Online

      Resposta

Participe, queremos ler o que você tem a dizer

%d blogueiros gostam disto: