quando algo incomoda, desconforto, hábitos, mudanças

O que fazer quando algo me incomoda?

2 min de leitura

O ano está quase acabando e a gente começa a revisar um monte de coisas nessa época, não é mesmo? Revisamos aquilo que não fizemos, aquilo que fizemos e não ficou tão bom, aquilo que fizemos e queremos manter igual, mas o que fazer com aquilo que nos incomoda tanto?

Várias coisas podem ser incômodas: pessoas, hábitos, circunstâncias, lugares.

O primeiro passo é fazer uma avaliação daquilo que parece não estar bom, pode ser que surja mais de uma coisa, não tem problema, se for preciso faça uma lista. Pode até colocar em ordem de desconforto.

Uma vez pronta essa revisão, reflita um pouco sobre os motivos que te levam a não gostar disso ou daquilo, motivos que te dão insatisfação, desconforto. Nem sempre conseguimos encontrar esses motivos sem a ajuda de um psicólogo ou psicóloga, mas tente.

Encontrados os motivos é hora de pensar sobre como agir para melhorar a situação e aqui vão algumas dicas:

Para hábitos que possam parecer errados, procure mudar, aos poucos. Proponha-se a mudar um pouquinho por dia, assim você não desanima.

Para pessoas que te incomodam, se você encontrou o motivo, veja se consegue lidar com ele, mas duas opções costumam ajudar bastante a melhorar relações desagradáveis. Uma delas é conversar com a pessoa, as vezes ela nem sabe que te incomoda e uma conversa pode resolver tudo. A outra opção é um pouco mais drástica, costuma ser usada quando percebemos relações bastante tóxicas e que não valem muito a pena o esforço de uma conversa, afaste-se.

Por vezes nos mantemos ao lado de pessoas que não nos fazem bem e que nem ao menos nos acrescentam algo, não vale a pena esse esforço. Esteja ao lado de pessoas que somam, que retribuem gentilezas.

Para circunstâncias desagradáveis, bem, valem as dicas anteriores. Conversar com quem esteja envolvido, falar o que você pensa, repensar sua participação, sua ajuda e seu envolvimento.

Precisamos aprender a falar, a expressar nossas angústias e a nos defender de situações negativas e que nos fazem tão mal.

Outra dica: lembre-se sempre de que, quando a boca não fala, o corpo adoece.

Que comecemos a faxina de final de ano e possamos ter um ano novo muito mais saudável e feliz.

Você vai gostar de ler também:

Raquel Ferreira
CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

Raquel Ferreira

CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

2 thoughts to “O que fazer quando algo me incomoda?”

Participe, queremos ler o que você tem a dizer