Psicologia Positiva no Psico.Online

A Psicologia Positiva e 3 técnicas que você pode colocar em prática hoje mesmo

A Psicologia Positiva é um campo de estudo dentro da Psicologia que foca nos elementos que podem trazer felicidade às pessoas. Assim, em vez de priorizar a identificação de desvios ou patologias mentais, o segmento se volta para a manutenção e reforço do bem-estar. Isso não significa deixar as doenças de lado, mas, sim, concentrar-se em aspectos positivos da existência humana.

Segundo esse movimento, o segredo para levar uma vida mais satisfatória é construir um modelo mental otimista. Para tanto, é preciso treinar o cérebro e deixar os padrões negativos de lado, exercitando, com frequência, mecanismos de gratidão a resiliência.

É fundamental entender como a Psicologia vem sendo aplicada na sociedade. Ao longo do século XX, a Psicologia encarregou-se muito bem dos problemas e patologias, ocupando-se do que havia de errado com as pessoas e com o que não funcionava.

Hoje, o conhecimento para diagnosticar e tratar os mais diversos transtornos mentais, antes sem tratamento, é uma realidade. Porém, uma lacuna no processo foi percebida na década de 1990, por Martin Seligman, então presidente da Associação Americana de Psicologia (APA) que descobriu os melhores aspectos das pessoas. Dessa forma, nasceu a Psicologia Positiva, que foca nos motivos que fazem nossas vidas valerem a pena.

A partir de pesquisas, Seligman e outros estudiosos iniciaram a investigação do que está por trás do bem-estar ou felicidade, focando em aspectos positivos da existência humana. Assim, o desenvolvimento e aprimoramento de qualidades positivas passou a integrar o movimento.

O objetivo da Psicologia Positiva é possibilitar uma transformação na Psicologia, saindo da preocupação em reparar o que está ruim para a construção do que promove bem-estar e qualidade de vida. Não se trata de ignorar o que não funciona. E sim destacar e valorizar o que está funcionando bem.

Por essa razão, seu estudo é focado na felicidade, em como as pessoas podem se tornar mais satisfeitas. Ao invés de se concentrar nas disfunções e fraquezas, concentram-se no que é funcional e forte.

A Psicologia Positiva tem desempenhado um papel extremamente importante no mundo atual, pois atua com foco na promoção da saúde mental. Diversas pesquisas científicas relacionam o bem-estar mental à prevenção de doenças, já que estados emocionais negativos podem colaborar para o desenvolvimento ou agravo de patologias.

A Psicologia Positiva proporciona maior satisfação e felicidade na vida, fornecendo motivação e energia para a conquista dos objetivos. De acordo com o livro “Authentic Happiness“, publicado por Seligman em 2002, quem alcança essa felicidade autêntica.

A Psicologia Positiva é sustentada por três pilares:

O primeiro se refere ao estudo das emoções positivas. O segundo está voltado aos traços positivos, principalmente as forças e as virtudes. O terceiro corresponde ao estudo das instituições positivas, como a democracia, a família e a liberdade.

Além disso, Seligman sentiu necessidade de estabelecer cinco pilares para se ter bem-estar. Os pilares foram revelados no livro “Florescer” que investiga o bem-estar que pode ser mensurado por meio de cinco fatores:

happy black woman laughing on street psicologia positiva
Photo by Andrea Piacquadio on Pexels.com

Positive emotion (Emoção positiva): Emoção Positiva diz respeito às partes essenciais do bem-estar. É quando as pessoas conseguem olhar para o passado com alegria, para o futuro com esperança e aproveitam o presente.

Engagement (Engajamento): Engajamento é quando as pessoas conseguem focar completamente em atividades que estão realizando. Ou seja, têm atenção plena no momento presente, entrando em Estado de Flow.

Relationships (Relacionamentos): Estabelecer Relacionamentos é da natureza humana. É comprovado que o bem-estar aumenta ao passo que construímos relacionamentos saudáveis com familiares, amigos, vizinhos e colegas de trabalho.

Meaning (Significado): Significado se refere ao que dá sentido à vida das pessoas. Isso pode se fazer através de caridade, contribuição política, prática religiosa ou apoio a causas sociais.

Accompplisment (Realização): Por fim, Realizações é o aspecto que corresponde ao sentimento de vitória em algum momento da vida. É olhar para as experiências do passado e se sentir realizado pelo que fez. A psicologia positiva demonstrou que uma gama de intervenções podem aumentar o bem-estar e prevenir o desequilíbrio da saúde mental.

Conheça três técnicas da psicologia positiva que você pode colocar em prática hoje mesmo!

Saborear:

A técnica consiste em tomar consciência do prazer e tentar fazer com que ele permaneça. Uma forma de cultivar emoções positivas é potencializar o impacto emocional de algo bom que acontece em nossas vidas. Para isso, é necessário ficar totalmente absorto nos momentos de prazer, sem pensar em outras coisas.

Sentir-se agradecido(a):

Pessoas que demonstram gratidão estão mais satisfeitas com as próprias vidas. Psicólogos que usam este recurso pedem a pacientes que anotem em um caderno coisas boas que aconteceram ao longo do dia e por quais eles se sentem gratos. O exercício é uma forma de prestar mais atenção aos aspectos positivos do dia a dia.

Identificar a própria força:

É necessário conhecer as suas qualidades, as suas virtudes. Todo indivíduo tem uma força própria, independentemente das pessoas que o cercam. O enfoque é usado no acompanhamento de pessoas com baixa autoestima ou alguma debilidade.

Para os profissionais de diversas áreas, sobretudo para os de psicologia, investir no estudo dessa vertente significa entender uma forma diferente da tradicional de levar aos pacientes, colegas de trabalho e a si mesmo uma nova forma de lidar com os desafios.

Em menos de uma década, a Psicologia Positiva chamou a atenção não só da comunidade acadêmica como do público em geral. Importante destacar que ela, enquanto ciência, não descarta os problemas reais das pessoas do mesmo modo que não contradiz os ramos tradicionais da Psicologia.

Clique para votar
[Total: 3 Average: 5]
Psicopedagogo em Exército Brasileiro

Alan Dias Rossini, Oficial do Exército, mestre em psicologia pela UFRRJ, psicopedagogo com 10 anos de experiência.

Psicóloga

Jaline Lima, psicóloga clínica CRP 05/32595, especialista em psicologia cognitivo comportamental e psicologia positiva, formada pela Universidade Santa Úrsula-RJ, com 17 anos de profissão, ecoterapeuta, com MBA em Gestão estratégica de recursos humanos.

Gostaríamos de escutar o que você tem a dizer.

Rolar para cima