mudança de hábitos, corredor de rua, corredor, atleta, corrida

Mudança de hábitos (parte I)

3 min de leitura

Que tal uma mudança de hábitos em quatro semanas?

Baseado nas ideias de Svetlana Pokrevskaya, uma blogueira que escreve numa língua que eu jamais vou entender (é um monte de desenho :/), traduzido por genial.guru e depois por nós do Psico.Online, vamos deixar aqui a primeira parte desse desafio.

Vamos juntos?

O que te espera na metade deste caminho (não diremos ao final, porque este é um caminho sem fim) superará as suas expectativas. Levando à sério essas instruções poderá sentir a harmonia fluir, terá consciência do que você pode, verá uma luz no fim do túnel e o caminho correto, que com o tempo poderá ser o seu caminho.

Mudança de hábitos

SEMANA 1: Corpo e hábitos

Levantar cedo, próximo às 6h da manhã.  Você pode “produzir” tempo para se dedicar à sua própria vida, ao seu bem-estar.

Vantagens de acordar tão cedo:  silêncio e tranquilidade que te permitirão concentrar-se em seus próprios assuntos, enquanto os outros dormem. É um momento ideal para fazer seus exercícios físicos, que te permitirão usufruir 100% do dia.

A preguiça e a falta de desejo de sair da cama mais cedo não são indicadores de cansaço, mas podem ser indicadores de que você não quer levantar para viver sua vida.

Pra que sair da cama se o que te espera é o metrô lotado, o trânsito, o trabalho? Mas se seu primeiro pensamento for “Que bom, um novo dia, hoje vou fazer … (o que você quiser e que não seja dormir) para me sentir bem!”, muito provavelmente sair da cama será bem mais fácil.

Levanta cedo e dedica o tempo à você. Se for difícil levantar porque você não dorme bem, vá para a cama mais cedo, você pode conseguir se for mais organizada(o), tem conselhos pra isso mais abaixo.

Alimentação saudável. Para que as mudanças se aproximem, você precisará de grande quantidade de energia. O mais provável é que toda a energia que você tem nesse momento seja usada pelo teu organismo para seguir funcionando e contrariando a influência do álcool, do cigarro, da comida cheia de gordura, pastéis, doces…

Cada um tem a sua própria lista de debilidades. Você pode eleger o tipo de alimentação que te pareça correta. O vegetarianismo é uma opção para alguns, outros não podem viver sem a carne (e isso é normal), outros decidem eliminar a fritura, o refrigerante, o glúten e assim cada um faz a sua escolha saudável.

O que é certo é que o álcool em excesso, as batatas fritas, os refrescos doces, os embutidos não aparecem em nenhum guia nutricional saudável, por isso o melhor é eliminá-los. Também seria prudente reduzir o tamanho das porções e não comer até  se saturar, principalmente à noite.

Escute o que teu organismo te diz sobre sua própria alimentação. O mais importante é não se colocar metas praticamente inatingíveis para eliminar toxinas e peso, ao contrário, ajude o seu organismo alimentando-o com comidas saudáveis, leves e saborosas. Você terá mais energia e se sentirá muito melhor fisicamente.

Esporte. Talvez o mais importante: ter um corpo tonificado (não necessariamente perfeito) e saudável é uma condição necessária para desfrutar de uma mente sã. O movimento é vida e por isso para despertar a vida que existe em seu corpo você precisa se MOVER!

Não importa como você prefira fazer, o importante é que você tenha consciência. Praticar yoga, correr, dançar são opções populares e que geram grande prazer, mas também dá pra ir à academia, fazer musculação, caminhar até o trabalho ou simplesmente abandonar o elevador. Depende de você. O importante é se exercitar com propósito.

Logo, logo vem a segunda parte do desafio, não se esqueça de nos acompanhar 😉

Retirado de Cámbiate (traduzido e adaptado)

Você pode gostar de ler também:

Psico.Online
Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.
Psico.Online on FacebookPsico.Online on GooglePsico.Online on InstagramPsico.Online on LinkedinPsico.Online on PinterestPsico.Online on TumblrPsico.Online on TwitterPsico.Online on WordpressPsico.Online on Youtube

4 ideias sobre “Mudança de hábitos (parte I)

  1. Pingback: Mudança de hábitos (parte II) • Psico.Online Blog

  2. Pingback: Mudança de hábitos (parte III) • Psico.Online Blog

  3. Pingback: Mudança de hábitos (parte IV) • Psico.Online Blog

  4. Pingback: Abraçando as mudanças • Psico.Online Blog

Participe, queremos ler o que você tem a dizer