feliz, medo de ser feliz, sem medo de ser feliz, felicidade

Medo de ser feliz?

2 min de leitura

Você tem medo de ser feliz?

A gente pode entender o medo de uma cobra, de barata e até de palhaço, mas, medo de ser feliz??? É possível mesmo que alguém possa ter esse tipo de medo?

Um estudo publicado há alguns anos (Journal of Cross-Cultural Psychology) explorou essa questão. Os pesquisadores utilizaram uma escala capaz de medir até que ponto se associava a sensação de felicidade com a possibilidade de que algo mau acontecesse (como consequência de sua felicidade).

Esse estudo traz diversas conclusões. As mais evidentes, estão relacionadas com o medo lógico que pessoas com depressão tem de sentir-se felizes. Esse transtorno provoca um medo nas pessoas com depressão de que a felicidade se acabe e que então estarão ainda piores. É como se preferissem estar tristes do que mais tristes.

O estudo também mostra como as pessoas perfeccionistas temem sentir-se felizes, já que a associação que fazem é de que estar feliz é estar improdutivo ou preguiçoso. Isso norteia a questão da satisfação no trabalho x produtividade e muitas empresas e/ou pessoas acreditam que não é possível ter os dois ao mesmo tempo. O que já sabemos, é um absurdo, pois outros tantos estudos mostram o contrário, ou seja, quanto maior a satisfação mais produtividade.

Leia também: você sabe o que é felicidade?

O certo é que, este medo de ser feliz, parece algo muito comum. Se experimentamos uma época ruim depois de um período de felicidade, temos a tendência de fazer uma relação causal. Porém, quando nada acontece depois, não pensamos em algo. E o certo é que isso resulta em algo muito mais habitual.

A explicação é bem simples. Se passamos por uma magnifica etapa em nossa vida e depois vem um desgosto, uma catástrofe ou uma perda, a distância emocional será muito maior.  Algo que não acontece se estamos num estado emocional, digamos, neutro. Daí surge a apreensão em relação a felicidade.

No fundo é uma tendência do nosso cérebro conservar as energias. se damos muita corda para a alegria, gastaremos muito mais emoção para nos adaptarmos a outras realidades. Se nos mantemos no meio termo, não precisaremos passar por esses sobressaltos, que gastam muito das nossas forças.

Como saber se tenho medo de ser feliz?

As perguntas do estudo eram muito simples:

Você tem medo de ser feliz demais? Acredita que não merece ser uma pessoa feliz? Quando o é, suspeita de que algo ruim acontecerá depois?

Qualquer dessas perguntas respondidas afirmativamente, nos colocam diante de uma barreira invisível, que nos faz incapaz de desfrutar do bom que a vida nos oferece.

A pergunta é evidente… como posso mudar? e a resposta também é simples.
Começando pelas coisas pequenas e, muitas vezes obvias.  Fazendo um repasso de tudo o que temos à agradecer nesse exato momento da vida. Daí em diante, seguir em um processo de reconhecimento diário, que nos permite ter “pequenas doses de felicidade”, repartidas em nosso dia a dia.

É importante saber também, que se essa conduta negativa diante da felicidade tiver se instaurado em você, a terapia, psicoterapia, análise pode ajudar e muito.

Diante disso a felicidade vai se convertendo em algo cotidiano. E a tristeza também. E é esse balanço que faz com que a gente consiga mudar e esquecer de nossos medos antecipatórios.

Retirado de Cámbiate blog (traduzido e adaptado)

Referência: http://journals.sagepub.com/home/jcc

Você vai gostar de ler também:

Psico.Online
Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.
Psico.Online on FacebookPsico.Online on GooglePsico.Online on InstagramPsico.Online on LinkedinPsico.Online on PinterestPsico.Online on TumblrPsico.Online on TwitterPsico.Online on WordpressPsico.Online on Youtube

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer