Anúncio
5
(3)
5 min de leitura · 

Você faz mesmo tratamento com um psicólogo?

E a pergunta ainda costuma vir acompanhada de um: “Mas você precisa”? sem contar as inúmeras variações de interjeição de espanto, surpresa e algumas crendices que não fazem muito sentido para quem desconhece o motivo de procurar ajuda de um profissional de psicologia.

A resposta política para essa pergunta é: Faço tratamento com uma psicóloga (ou psicólogo), adoro e recomendo.

Você deveria marcar uma consulta e conversar com algum para tirar dúvidas ou ler um pouco sobre aquele problema que te incomoda, que talvez, um psicólogo possa te orientar melhor que eu.

Sobre precisar: você costuma ir ao ginecologista? Vai ao dentista regularmente? Ao cardiologista, endocrinologista, clínico geral? Você cuida da sua saúde?

Fora isso vale lembrar que os psicólogos frequentam cursos e estudam diversas áreas. Que o curso de psicologia tem duração de 5 anos e que para atender clinicamente via convênio o profissional ainda precisa ter uma pós-graduação, ou seja: o profissional em psicologia estuda muito, lê muito e não, não dá conselhos como o seu amigo no bar.

Twitter não é igual a psicólogo.

Além de estudar muito, o profissional de psicologia pode se especializar e nesses casos, ele dá foco em determinada área, sabe em quais áreas o psicólogo trabalha? Psicologia do Esporte, Psicologia Jurídica, Psicologia Clínica, Psicologia Hospitalar, Psicologia de Urgência, Psicologia de Desastres, Psicologia Social, Psicologia Dramática, Psicologia Corporativa, etc.

Segundo o Conselho Federal de Psicologia em sua contribuição ao Ministério do Trabalho para integrar o catálogo brasileiro de ocupações – enviada em 17 de outubro de 1992 o psicologo participa de algumas ações (que vamos reescrever abaixo para ajudar no entendimento).

O que faz um psicólogo ou qual o papel de uma psicóloga?

O profissional de psicologia: “Parte do estudo e da análise dos processos intrapessoais, que diz respeito à capacidade de relacionar-se com suas próprias emoções e sentimentos.

Ou seja, refere-se ao autoconhecimento e a automotivação do indivíduo e como ele aplica estes em sua vida e das relações interpessoais (relativo a ou que envolve relação entre duas ou mais pessoas), possibilitando a compreensão do comportamento humano individual e de grupo, na área das instituições dos mais variados tipos, onde quer que aconteçam estas relações.

Ou seja: se você convive com qualquer outro ser humano e pensa; se você quer melhorar como pessoa e acredita que possui defeitos que deveriam ser melhorados, manias, está aberto a entender como se dá a sua vida em relação a você e as pessoas que convive, pois é, é ali que o psicólogo pode auxiliar.

O profissional de psicologia aplica conhecimento teórico e técnico da psicologia (anos de estudo e muita muita leitura) , com o objetivo de

identificar e intervir nos fatores determinantes das ações e dos sujeitos, em sua história pessoal, familiar e social, vinculando-as também a condições políticas, históricas e culturais.

Viu, não é só aconselhar, é entender, se aprofundar, ter objetivo definido e trabalhar a maior parte das variáveis.

O Psicólogo, dentro de suas especificidades profissionais, atua em educação, saúde, lazer, trabalho, segurança, justiça, comunidades e comunicação com o objetivo de promover, em seu trabalho, o respeito à dignidade e integridade do ser humano.

Contribui ainda para a produção do conhecimento científico da psicologia através da observação, descrição e análise dos processos de desenvolvimento, inteligência, aprendizagem, personalidade e outros aspectos do comportamento humano e animal; analisa a influência de fatores que passam de mãe e pais para filhos, ambientais e psicossociais (que pertence simultaneamente à psicologia individual e à vida social) sobre os sujeitos na sua dinâmica intrapsíquica (internas) e nas suas relações sociais, para orientar-se no diagnóstico e atendimento psicológico.

Se você estudar marketing, vai estudar psicologia, pois para vender é necessário aplicar técnicas psicológicas. Se você estudar economia, vai entender do vieses cognitivos que afetam o consumo. Se estudar engenharia, vai ter que entender como é que as pessoas de humanas pensam para atuar sobre aquele elemento e para isso, tudo é estudado e comprovado cientificamente.


Ah! Fique atendo:
muitas pessoas acreditam no conhecimento popular e compactuam dizendo que a psicologia é isso ou aquilo – inclusive alguns psicólogos que estudaram menos (tem em toda turma de escola, lembra?). Certifique-se que  o psicólogo não defende ou congrega em relação a isto ou aquilo. O mesmo vale para “terapias alternativas”, “auto-ajuda”, “opiniões ferrenhas arraigadas no eu”. Seguir uma linha, não é tapar os olhos para as linhas alternativas.


O psicólogo ainda:

Promove a saúde mental na prevenção e no tratamento dos distúrbios psíquicos, atuando para favorecer um amplo desenvolvimento psicossocial; elaborando e aplicando técnicas de exame psicológico, utilizando seu conhecimento e práticas metodológicas específicas, para conhecimento das condições do desenvolvimento da personalidade, dos processos intrapsíquicos e das relações interpessoais, efetuando ou encaminhando para atendimento apropriado, conforme a necessidade.

Participa da elaboração, adaptação e construção de instrumentos e técnicas psicológicas através da pesquisa, nas instituições acadêmicas, associações profissionais e outras entidades cientificamente reconhecidas.

Realiza divulgação e troca de experiência nos eventos da profissão e comunidade científica e, à população em geral, difunde as possibilidades de utilização de seus recursos.

O psicólogo desempenha suas funções e tarefas profissionais individualmente e em equipes multiprofissionais, em instituições privadas ou públicas, em organizações sociais formais ou informais, atuando em: hospitais , ambulatórios, centros e postos de saúde, consultórios, creches, escolas, associações comunitárias, empresas, sindicatos, fundações, varas da criança e do adolescente, varas de família, sistema penitenciário, associações profissionais e/ou esportivas, clínicas especializadas, psicotécnicos, núcleos rurais e nas demais áreas onde as questões concernentes à profissão se façam presentes e sua atuação seja pertinente.

Ufa! No documento das referencias, ainda é possível ler muito sobre o que é o detalhamento de várias funções do psicólogo.

Mas afinal, você faz tratamento com um psicólogo?

Faço. E você, fará em breve? Converse com um psicólogo online no nosso site, eles estão a disposição para tirar dúvidas – por exemplo na Caixa de Segredos – ou proceder com o atendimento ou a orientação necessária.

Referências:

O quanto este post foi útil para você?

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Leave a Comment

View Comments

Share
Published by
Psico.Online

Recent Posts

Informação e imaginação na nossa ansiedade

Informação e imaginação tem ações concretas na nossa ansiedade? O quanto nossas informações e o…

1 mês ago

Vão se os anéis, ficam-se os dedos

Cá com meus botões, pensando, enquanto procuro uma entrevista de Noam Chomsky, onde ele fala…

2 meses ago

Criticar o outro, fala mais sobre você.

"Nós não vemos as coisas como elas são, nós as vemos como somos ", disse…

3 meses ago

Quando paramos de nos preocupar com os outros…

Quando paramos de nos preocupar com os outros, a primeira vista, idealizamos que nossa vida…

5 meses ago

Infelicidade: me apeguei a ela e agora?

Infelicidade é a palavra felicidade com o prefixo de privação ou negação. Pode ser compreendida…

6 meses ago

Masturbação Infantil: não fique na mão com o assunto.

Esses dias respondi algumas perguntas sobre Masturbação Infantil para o site bebe.com.br e, como eles…

6 meses ago

This website uses cookies.