a fearful woman having claustrophobia in a cabinet

Saiba como lidar com a claustrofobia

Por ser uma das fobias mais comuns que existem no mundo, a claustrofobia pode variar muito de pessoa para pessoa, dependendo de sua gravidade. Basicamente, ela envolve o medo de espaços fechados ou confinados e, é possível sentir o seus sintomas em situações de níveis diferentes.

Quem convive com esse problema está sujeito a sofrer com ataques de pânico ou receio constante de ter um à qualquer momento. Por isso, ao entender como a claustrofobia funciona, consequências e as formas de tratamento, fica mais fácil de amenizar os impactos na sua qualidade de vida.

Entenda a claustrofobia

Quando o assunto é fobia, é necessário saber que elas são chamadas como um medo irracional e debilitante em relação a um objeto, situação, sentimento, animal ou lugar. 

Os sintomas podem ser mais fortes do que medos comuns e tendem a se desenvolver quando se  possui um senso de perigo muito elevado.

No entanto, se a pessoa claustrofóbica não entra em contato com a fonte do seu problema com frequência, talvez isso não afete tanto em seu cotidiano.

Mas, há casos em que o indivíduo, só de pensar nas coisas que mais teme, já começa a sentir alguns sintomas de ansiedade. Quando fobia vai se agravando, as pessoas que sofrem costumam organizar sua rotina para evitar o aspecto que está causando sofrimento. 

Contudo, se um ataque de pânico ocorre quando claustrofóbicos estão em espaços confinados, a pessoa pode sentir dificuldades de respirar e outros problemas de saúde. 

Como a claustrofobia surge? 

Geralmente, a claustrofobia é desenvolvida a partir de um incidente traumático na infância. Porém, existem outras possíveis origens para esse problema, que precisam ser investigadas com a ajuda de profissionais da saúde psicológica.

Alguns indivíduos desenvolvem determinados comportamentos decorrentes das experiências que têm ao longo da vida. Isso vem do modo como os outros reagem a eles ou das atitudes que enxergam nos pais e em pessoas próximas.

Quais os sintomas mais frequentes?

Separamos os principais sintomas para que você os conheça e saiba identificar se possui ou não algum deles:

  • Suor excessivo;
  • Frequência cardíaca acelerada;
  • Boca seca;
  • Confusão ou desorientação;
  • Tremores;
  • Hiperventilação ou “respiração excessiva”;
  • Falta de ar;
  • Sensação de asfixia;
  • Tontura;
  • Náusea;
  • Desmaio;
  • Dor no peito;
  • Dormência;
  • Medo de dano real ou morte.

Existe tratamento?

Assim como outros transtornos de ansiedade, a claustrofobia pode ser tratada de maneira semelhante. Para isso existem diversas formas, mas, a mais eficaz é procurar terapia.

Este tratamento é guiado por um psicólogo, que será capaz de ajudar as pessoas que têm esse problema.

Com o acompanhamento, os pacientes podem desenvolver habilidades de enfrentamento para controlar o medo e a ansiedade. Portanto, vale a pena investir nesse recurso para ter uma melhora na qualidade de vida.

people holding signs of different forms of phobia claustrofobia
Photo by MART PRODUCTION on Pexels.com

Leia também sobre Claustrofobia

VESUP: o uso de ambientes virtuais no tratamento de fobias urbanas

Velloso, Luiz Guilherme Carneiro et al. Hipnose para controle de claustrofobia em exames de ressonância magnética. Radiologia Brasileira [online]. 2010, v. 43, n. 1 [Acessado 19 Outubro 2022] , pp. 19-22. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0100-39842010000100007. Epub 09 Mar 2010. ISSN 1678-7099. https://doi.org/10.1590/S0100-39842010000100007.

Araujo, Neuraci Gonçalves de. (2011). Fobia específica: passo a passo de uma intervenção bem-sucedida. Revista Brasileira de Terapias Cognitivas7(2), 37-45. Recuperado em 19 de outubro de 2022, de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-56872011000200007&lng=pt&tlng=pt.

Clique para votar
[Total: 3 Average: 5]

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Sobre o autor

Gostaríamos de escutar o que você tem a dizer.

Scroll to Top