incentivo, amigo, amizade, briga de amigo

O que fazer quando não vem o incentivo dos amigos?

2 min de leitura

Incentivo: Diante de uma mudança importante em sua vida, atire a primeira pedra quem nunca esperou uma palavra de incentivo e apoio de um amigo, de um colega ou de pessoas que por muito ou por pouco tempo foram consideradas “quase” uma família.

Como lidar com a situação quando isso não acontece e o incentivo não vem?

Não adianta fingir que não está sentindo nada, pois ignorar provavelmente aumentará a sensação de desconforto.

Melhor admitir e tentar compreender que a sua voz interna clama por este tipo de atenção. Será a voz da criança, adolescente ou será a voz da pessoa mais madura que habita em você?

Se ainda persistir um pensamento do tipo “considerava fulano tão próximo”. Por que ele não me deu uma palavrinha de incentivo?

Vale fazer uma outra pergunta: Será que fulano nutria o mesmo sentimento por você? (mais…)

violência e amor

A violência pode ser confundida com o amor, mas não deveria

3 min de leitura

Sim, às vezes a violência pode ser confundida com o amor! Mas as pessoas podem construir e modificar as opiniões a respeito de si mesmas.

No passado do autodesenvolvimento, tomamos consciência por intermédio do senso perceptivo das emoções, sensações, sentimentos que melhores satisfaziam nossa demanda física e emocional, enquanto seres humanos únicos.

Acontece que a vida vai desenrolando, e a necessidade de ser aceito, enquanto característica marcante do ser humano, é ininterrupta.

Conforme nos desenvolvemos, os afetos que nos movem se expandem para além do amor parental e, em dado momento, o amor romântico se torna realidade imprescindível em nossas vidas.

A paixão chega com violência. (mais…)

Você vai gostar de ler também:

pai, paternidade, papai

Pai precisa ser pai

1 min de leitura

Dia desses eu estava lendo umas coisas sobre paternidade, igualdade de gênero, família moderna e comecei a pensar em como ainda temos um longo caminho pela frente pra chegar a luz do fim do túnel, onde pai e mãe tem papeis fundamentais e de igual valor na criação dos filhos.

Pensei em como é importante a gente falar sobre isso, incentivar as pessoas a buscarem atualização nessa questão da maternidade e da paternidade, na questão da ajuda mútua, que não sobrecarrega ninguém e não torna responsável só um dos lados.

Precisamos discutir que mães são mães e pais precisam ser pais. Que não é ajudar, é fazer a parte que lhe cabe, é mais que pagar pensão ou trocar uma fralda de vez em quando. É ser pai! (mais…)

Você vai gostar de ler também:

gravidez e o amor em dobro

Gravidez: quando dois corações batem juntos o amor é bem maior

4 min de leitura

Do ventre ao coração…

Teste de gravidez positivo. E agora? Basta apenas a preocupação em comprar fraldas, berço, quarto do bebê? Fico pensando: O quanto de investimento emocional as pessoas estão dispostas a desembolsar neste momento?

Ensaio escrever este artigo há algum tempo. Como investigador do comportamento humano, acredito que estamos mais aptos à discutirmos as particularidades da vida quando experienciamos as inquietações humanas, as quais todas as pessoas estão sujeitas.

Cada caso com suas ressalvas, causas e consequências, entendo que o momento agora é de falar sobre as relações que envolvem, no convívio familiar, a geração de uma nova vida, o relacionamento com a gestante e a preparação emocional para a chegada do novo ente na família.

(mais…)

Você vai gostar de ler também:

Vínculos tóxicos - Família laços de amargor

Vínculos tóxicos – Família laços de amargor

5 min de leitura

Os vínculos tóxicos: é comum no consultório, ouvindo os relatos dos pacientes, ou mesmo em nosso dia a dia, nos depararmos com um amigo, primo, colega de trabalho, enfim, alguém que percebemos ser uma pessoa com muitas qualidades, uma pessoa como podemos dizer… “do bem” sendo “usada”, “manipulada”, “escravizada” por outras pessoas.

Ficamos perplexos e se temos intimidade perguntamos: como você aguenta? Não vai falar nada? Fazer nada? E de repente … o silêncio misturado com a vergonha se rompe em uma justificativa paralisante…

“Então, é minha mãe, ou meu pai, meu irmão, minha filha, minha esposa, meu marido…”

Como se estes laços sanguíneos ou no caso do casamento, “de papel passado”, justificassem os abusos psicológicos e até físicos sofridos por muitos. Laços familiares que estão mais para correntes de aço, que te prendem, sufocam e que te matam aos poucos. (mais…)

Você vai gostar de ler também:

violencia-contra-mulher-e-homicidio-passional, violencia, homicidio, violencia sexual, abuso, morte passional, assassino passional

Violência contra mulher e homicídio passional

1 min de leitura

Violência contra mulher e homicídio passional: quem ama machuca?

Ciúme possessivo, desestabilidade emocional, controle das relações pessoais, agressões verbais e físicas…. se você vive um relacionamento abusivo saiba que corre um sério risco de ser uma vítima de homicídio passional. (mais…)

Você vai gostar de ler também: