Anúncio

Cafajeste: todos eles são, e a fila, anda?

5
(2)
3 min de leitura · 

Cafajeste: no dicionário diz-se de um substantivo pejorativo de um indivíduo.

Nas rodas de conversa o termo é utilizado tanto para aquele cara atrevido, provocador, que tem pegada quanto para aqueles em quem não se pode confiar; canalhas, velhacos e descartáveis (!): cafajeste.

Vejo várias vezes a afirmação de que todos os homens são cafajestes. E a base, é gerada por causa de um cafajeste. Claro, se não for em uma sessão de psicoterapia, não dá para saber se o cafajeste é dos bons ou dos ruins, mas…

Olha, tenho que explicar: toda generalização tem excessão e tende a ser muito errada.

Não é por que um homem é cafajeste ruim que todos serão.

E não é por que você conhece algum que não é, que ele não será no momento correto.

Generalização é um tipo de pré-conceito: você formou uma opinião sem base.

A fila do cafajeste anda

A sua também anda, aliás, de todo mundo que busca um relacionamento anda.

Ficar presa a um movimento, nem no xadrez funcionaria, quanto mais nos relacionamentos.

Partamos do seguinte: todo mundo cresceu e se desenvolveu. Alguns com mais segurança, com mais conhecimento sobre seus corpos, com mais autoconfiança e uns com muita autoestima.

Mas deixa te contar o seguinte: na psicologia, estudamos que ninguém é igual, que nenhum ser humaninho é exatamente idêntico ao outro.

Já pensou que aquele rapazote (estou usando esses termos para não ficar só no crush) também pode estar inseguro na hora do encontro e na hora do vamos ver, só você e ele, surpresa: ele realmente não aguenta? Mas no segundo encontro ele arrebenta?

Mesma coisa daquela meninota (adoro usar esses termos): ela pode estar hiper insegura, com tanta gente falando, ou estar super programada, e na hora, é um Senhor nos acuda. Dá tudo errado.

Isso é a vida e assim são os relacionamentos.

A fila anda por que você busca aquele que mais se adeque a suas expectativas, mas você sabe quais são elas?

Tá na hora de se conhecer

Quando você ouve por ai que “você deve amar a si mesmo antes de amar aos outros” não quer dizer que você tenha que ter uma hiper confiança em tudo. Que no auge dos seus (coloque aqui sua idade) você já tenha experienciado tudo e tenha certeza de tudo.

Isso é muito muito errado em tanto níveis.

O importante, amiguinho e amiguinha, é que você tenha ideia ao menos do que quer para você. Que você se conheça e que não se fira. Que não force algo para você que nem mesmo você ainda conheça.

Vamos facilitar: você pode experimentar, todo mundo diz que deve experimentar e sair com vários cafajestes, mas você não se sente bem com isso, te incomoda, te deixa mal. Sinal de alerta, alou! Você não está se amando! Você está indo contra você.

A sua dor, seus gostos é você quem sabe, é você quem conhece.

Não gosto de sair todas as noites e nem de sair em todos os blocos de carnaval, mas minhas amigas ou meus amigos insistem. Olha, você deve experimentar (não ficar no seu status quo) mas deve fazê-lo por vontade e não por força.

A fila anda… você decide quem atende ou não.

Espero que de agora em diante, você entenda pelo menos o seguinte:

Todos eles são cafajeste para 7.323.187.457 (Julho 2016 est.) da população mundial é muita gente. Logo é uma mentira. Decida pela ação. Não se meta em relacionamentos tóxicos veja o que é bom para ti.

E deixa a fila andar… 🙂 ou não. 🙂

O quanto este post foi útil para você?

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Leave a Comment

View Comments

Share
Published by
Psico.Online

Recent Posts

Vão se os anéis, ficam-se os dedos

Cá com meus botões, pensando, enquanto procuro uma entrevista de Noam Chomsky, onde ele fala…

5 dias ago

Criticar o outro, fala mais sobre você.

"Nós não vemos as coisas como elas são, nós as vemos como somos ", disse…

4 semanas ago

Quando paramos de nos preocupar com os outros…

Quando paramos de nos preocupar com os outros, a primeira vista, idealizamos que nossa vida…

3 meses ago

Infelicidade: me apeguei a ela e agora?

Infelicidade é a palavra felicidade com o prefixo de privação ou negação. Pode ser compreendida…

4 meses ago

Masturbação Infantil: não fique na mão com o assunto.

Esses dias respondi algumas perguntas sobre Masturbação Infantil para o site bebe.com.br e, como eles…

4 meses ago

E quando sobra pra gente?

"Sobra pra gente" o que sobrou pra você ou para mim? Quem nunca levou "uma"…

4 meses ago

This website uses cookies.