Anúncio

Feliz ano novo e que venha o próximo desafio

0
(0)
1 min de leitura · 

Hoje é o último dia útil desse que foi, para muitos, o ano mais difícil de todos os tempos. Segunda-feira acordaremos no ano novo, diante de 365 dias de oportunidades e desafios para serem encarados e se possível, vencidos.

Esse ano que em 2 dias se acaba realmente foi puxado, tivemos grandes acontecimentos, grandes desastres, grandes perdas, mas também tivemos grandes responsabilidades, grandes desafios e grandes aprendizados. E eu te proponho que ao invés de olhar para as coisas ruins que se passaram, a gente olhe para esses aprendizados todos e possa perceber o quão importantes são os desafios em nossas vidas.

Os desafios nos fazem crescer

Eu sempre digo aos meus pacientes que evolução sem dor é quase impossível. É preciso uma boa dose de batalhas para que possamos compreender alguns detalhes e nos permitirmos amadurecer. O impacto do amadurecimento pode ser caótico, à princípio, eu sei, mas depois você entende que sem ele não haveria nada, a não ser um vazio.

Não espere por um ano novo tranquilo

Espere por um ano novo onde você tenha sabedoria, discernimento e força de vontade para enfrentar o que for preciso. Espere por um ano em que você possa contribuir com a evolução do amigo, em que você possa usar sua generosidade para fazer a diferença, em que você possa ser mais presente e menos julgador.

Jogue para o Universo a intenção de que esse seja um ano de reflexões profundas, abraços apertados, sorrisos sinceros e companhias gentis. Aquilo que projetamos para o mundo volta pra nós, de alguma maneira. Esteja atento sobre o que você pensa e sobre suas atitudes.

Não podemos prever o que acontecerá assim que der a meia noite do novo ano, mas podemos direcionar nossos pensamentos, nossas energias e nosso coração para o bem.

Nós do Psico.Online desejamos que você tenha um ano cheio de boas histórias e um caminho florido, com muito amor, experiências incríveis, reciprocidades, gratidão, encontros inesperados, parcerias duradouras e muita evolução.

Vem 2017, te esperamos de braços abertos!

O quanto este post foi útil para você?

Raquel Ferreira

CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

Leave a Comment
Share
Published by
Raquel Ferreira

Recent Posts

Informação e imaginação na nossa ansiedade

Informação e imaginação tem ações concretas na nossa ansiedade? O quanto nossas informações e o…

1 mês ago

Vão se os anéis, ficam-se os dedos

Cá com meus botões, pensando, enquanto procuro uma entrevista de Noam Chomsky, onde ele fala…

2 meses ago

Criticar o outro, fala mais sobre você.

"Nós não vemos as coisas como elas são, nós as vemos como somos ", disse…

3 meses ago

Quando paramos de nos preocupar com os outros…

Quando paramos de nos preocupar com os outros, a primeira vista, idealizamos que nossa vida…

5 meses ago

Infelicidade: me apeguei a ela e agora?

Infelicidade é a palavra felicidade com o prefixo de privação ou negação. Pode ser compreendida…

6 meses ago

Masturbação Infantil: não fique na mão com o assunto.

Esses dias respondi algumas perguntas sobre Masturbação Infantil para o site bebe.com.br e, como eles…

6 meses ago

This website uses cookies.