Impaciência ansiedade ou sociedade? 14 sintomas da ansiedade

Ansiedade e impaciência, sintomas ou sociedade?

0
(0)
9 min de leitura · 

Impaciência poderia ser a palavra-chave da nossa geração ansiosa, competitiva e que quer tudo para ontem.

E isso não é exclusivo de pacientes (que de pacientes não têm nada) ou de psicólogos mas da sociedade como existe hoje.

Me arrisco a dizer que a impaciência é um sintoma de uma dinâmica construída geração após geração sendo acelerada para ser mais e mais e que colhemos,  os frutos imaturos neste instante.

E esses frutos não são saborosos. Estão “verdes”…

E eles também não são, nem de perto, bonitos embora sejam quase flor.

Eles são disparadores de sintomas ansiosos, de problemas de autossuficiência e de autocobrança que explodem ou implodem com a autoconfiança.

São influentes no aumento da medicalização e de vários outros distúrbios. E devido aos excessos e vazios, facilitam as desestruturações.

Ao longo dos anos a ideia de que as coisas vão se construindo momento após momento foi deixada para trás como tantas partes do processo. Come-se cru, para não perder tempo de cozimento. 

Esquecemos, em vários momentos, que as fases de longo prazo são essenciais para determinados equilíbrios. É o tempo para que as ondas acalmem antes da próxima pedra atirada na lagoa.

Nós nos forçamos a buscar soluções mais rápidas, contrariamos nossos gritos internos de uma maturação que leva tempo, para um processo acelerado de crescimento que chamamos de evolução. Só que evolução não quer dizer boa ou ruim. O crescimento rápido pode fragilizar. O bolo pode desmantelar ou ficar cheio de vapor.

Afinal nos foi vendido que temos que fazer agora. Entregar já. Possuir. Usar rapidamente. 

E o equilíbrio versus a Ansiedade?

No outro extremo, como pensar em consequências de ações ou no futuro de um plano se a barriga dói de fome e não há tempo de compreender? Somos reféns em um ciclo feito por nós e que cabe a todos nós desmantelar, mas como se não nos entendemos, se tem que ser rápido, se tem que ser ainda na toada que nos foi inserida geração pós geração?

A violência bate a nossa porta nesse instante? Somos nós violentos e permissivos, compassíveis com a violência e a ignorância.

Quem não é ignorante? Quem tem um pouco mais de conhecimento é que tem a responsabilidade de parar, olhar para o horizonte e liderar seus pequenos e grandes grupos a também pequenas e grandes mudanças.

Mas quem são nossos líderes? A ansiedade? A sociedade?

Foram eles forjados de que maneira?

Quem é que são os nossos líderes?

Aqueles que estão sob os holofotes?

Nem sempre, pois há tanta coisa para ser feita que me ocorre a frase: “o problema do mundo de hoje é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas e as pessoas idiotas estão cheias de certezas. 

E como fazer se parte do nosso aprendizado vem do mimetismo (cópia) e da orientação. Quem você ouve? Quem você dá respeito para equilibrar a sua ansiedade?

A impaciência domina a todos. A pressão vem de todos os lados.

E a razão sofre com os conflitos utilitaristas – precisa ser útil. E ao fim de um dia, aqueles que deveriam ensinar, são confrontados ou estão desiludidos por uma tristeza que precisa de inconformismo e de determinação.

Não porque não há sonhos, não porque começam a apresentar graves sintomas de ansiedade mas porque percebem que no desrespeito reflete a própria falha desta geração que na sua maior qualidade, faz tudo rápido demais.

E os sintomas de Ansiedade?

Listamos algumas comportamentos que podem ter relação com o transtornos de ansiedade, e merecem muito a sua atenção:

1 – Perceber perigo em tudo

Quem sofre com um transtorno de ansiedade foge ou evita situações que com um pouco de parcimônia e orientação poderiam mudar. Semelhante ao medo a ansiedade torna-se excessiva ou fora de proporção. Você já conheceu alguma pessoa que não viaja de avião por que tem medo de acidente aéreo? Está sempre pensando que o avião vai cair? Já imagina inclusive o pior cenário?

Colocar mais gasolina em uma fogueira queimando só fará o fogo queimar mais rápido e caso você não tenha um extintor ou sequer saiba apagar o fogo, entenda que o fogo sem o que queimar, perderá força. 😉

2 – A fuga para geladeira ou na comida…

Não faltam casos que encontram na comida uma solução para seus problemas emocionais. Já falamos dos transtornos alimentares em várias oportunidades aqui no blog.

Pessoas com sintomas ansiosos podem, ao menor sinal de preocupação,  recorrer ao brigadeiro, a um docinho ou qualquer outro alimento para aliviar a tensão. Em geral mastigam pouco o alimento, e ingerem grande quantidade de comida em pouco tempo.

Comer indiscriminadamente, sem fome, por ansiedade, estresse ou outra emoção negativa é um sinal de alerta. 

No outro extremo temos os ansiosos com sintomas depressivos, que também vão a fuga da geladeira, mas a abandonam prejudicando seu corpo e uma maquina, sem combustível também terá falhas. Qualquer um desses sinais é importante ser investigado.

3 – Sofrer com tensões musculares

Pessoas ansiosas estão sempre com dores nas costas, ombros e nuca.

Seus  músculos do pescoço estão travados e a dor é tanta que mal dá para virar de lado?

Essa tensão muscular, quase constante, geralmente acompanha os transtornos de ansiedade.

Quanto maior a preocupação e o desânimo, maior a possibilidade de transferir as tensões para a região cervical.

4 – Alterações de sono na ansiedade

Sentem dificuldade para dormir ou apresentam episódios de insônia em vésperas de reuniões importantes e eventos.

Não conseguem se desligar do que fizeram ao longo do dia no trabalho e passam a noite processando o que farão no dia seguinte.

Algumas vezes chegam a sonhar e despertar pensando em soluções possíveis para determinada questão.

 5 – Ter medo de falar em público

Somente ao pensar na necessidade de realizar uma apresentação para uma plateia sinais como sudorese excessiva, mãos geladas, taquicardia, falta de ar e respiração ofegante aparecem. Esse medo pode estar relacionado às preocupações com o ego, receio de julgamento e a apreensão, aumentando a ansiedade.

6 – Preocupar-se em excesso

Estão sempre preocupados com o futuro. Ainda mais em épocas de crise econômica, é comum ver pessoas preocupadas com a manutenção do emprego. Será que estarei empregado mês que vem? Terei dinheiro para pagar minhas contas? Como vou cuidar da minha família?  

A preocupação excessiva é uma fonte direta de dores de cabeça, úlceras, ansiedade e stress, podendo inclusive afetar o sistema imunológico.

7 – Ficar à beira de um ataque de nervos

Irritabilidade, mudanças de humor repentinas e sem explicação aparente. Pessoas que estão a ponto de entrar em um ataque de nervos, podem passar da euforia ao pranto rapidamente.  Esses sintomas surgem em momentos de maior pressão e estresse, por exemplo, quando da perda de um emprego ou de um ente querido.

8 – Conviver com medos irracionais

Medos de estar perdendo alguma coisa, de não ser bom o suficiente, medo do fracasso, pânico de ficar sozinho ou de não ser aceito também perseguem pessoas ansiosas. Campeões de autocrítica, são os primeiros  a não  se sentir capazes o suficiente para concluir uma determinada atividade. O excesso de medo pode comprometer a segurança nas relações pessoais, seja no trabalho ou na família.

9 – Apresentar inquietação constante

Dificuldade de concentração, inquietação e fadiga. O indivíduo apresenta uma angústia intensa, não consegue ficar quieto, caminha de um lado para o outro, desespera-se. Fatores que geram grande desconforto ao atrapalhar a conclusão de uma tarefa, ao afetar a qualidade de vida da pessoa e de quem está ao seu lado.

10 – Sofrer com sintomas físicos na ansiedade

Nos momentos de ansiedade, podem surgir sintomas físicos como tremores, cansaço fácil, sensação de falta de ar ou asfixia, coração acelerado, suor excessivo, mãos frias e suadas, boca seca, tontura, náuseas, diarreia, desconforto abdominal, ondas de calor, calafrios, micção frequente, dificuldade para engolir, sensação de engasgo, entre outros.

11 – Pensamento obsessivo

O pensamento obsessivo é uma incapacidade de ganhar controle sobre pensamentos e imagens, angustiantes e recorrentes. Estudos de imagem cerebral indicam que está associado a uma disfunção neurológica de causa desconhecida que força os pensamentos em ciclos repetitivos.

Dessa forma, o pensamento obsessivo também pode estar associado a transtornos do humor, incluindo distimia, depressão, transtorno bipolar e é o sintoma definidor de Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG), Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC)Transtorno de Pânico e muitas outras condições psicológicas.

12 – Perfeccionismo

O perfeccionismo caracteriza-se pela insistência em estabelecer padrões altos e pela busca incessante em alcançar esses padrões. E de fato, os perfeccionistas muitas vezes têm alto desempenho – mas o preço desse sucesso pode ser a infelicidade e insatisfação crônicas. Pode estar fortemente ligado ao medo de errar e a comportamentos de auto-sabotagem, como a procrastinação.

Desse modo, como a perfeição é algo praticamente impossível de se atingir, pessoas perfeccionistas acabam sofrendo com a ansiedade por não conseguir atingir o objetivo estabelecido.

13 – Problemas sexuais

Um sistema muito afetado pelo estresse e ansiedade é o sexual. Dores, incômodos e disfunções (excesso ou falta) são alguns desses sinais que podem causar incômodo e agravar problemas.

Consequentemente, ansiedade excessiva e estresse agudo podem alterar as funções por meio do sistema nervoso. Como consequência dessas alterações podem surgir mais insegurança, mais displicência com a auto estima e tantos outros problemas relacionados.

14 – Problemas Gastro Intestinais causados pela ansiedade

Outro sistema que sofre com a ansiedade é o sistema gastro intestinal – prisão ou irritabilidade – cada pessoa lida à sua maneira e eles começam a ter problemas com refluxo ou dores, má digestão – comer rápido piora o quadro, mas como lutar se “não há tempo”?

ψ

Cientes então do contexto em que estamos inseridos e dos sintomas ansiosos de quem vive o problema, que tal procurar um profissional para dar o primeiro passo e entender até que ponto a impaciência é um sintoma da ansiedade ou da sociedade?

Vamos tentar fazer um bolo sem fazer outra coisa em conjunto que acelere o processo? 

Vamos trabalhar com A meditação que muda o seu cérebro, literalmente!?

Foto de Andrea Piacquadio no Pexels.

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média 0 / 5. Contagem de Votos: 0

Nenhum voto ainda. Que tal você começar?

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Por favor, o que você acha que deve ser melhorado?

Raul Oliveira

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer