saudade e solidão nesta epoca

Saudade, solidão e outros sentimentos desta época

4 min de leitura · 

Saudade: comecemos com um poema sobre ela:

Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já…
Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida…
Saudade é sentir que existe o que não existe mais…
Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam…
Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.
E esse é o maior dos sofrimentos:
não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver.
O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido.

Em outro post eu escreveria, releia esse poema, estude-o, linha após linha calmamente antes de continuarmos; mas hoje não.

Não neste dia que, ao olhar pela janela enquanto escrevo, vejo muitas famílias sorridentes, muitas pessoas felizes. Prefiro muito que você, que se interessou por este texto, “me escute” nas próximas linhas.

Ouço as gargalhadas e falatório e imagino; também percebo as crianças brincando serenas e inocentes daquilo que as aguarda e me compadeço, por que se elas ainda não sentem a saudade, a sentirão um dia.

Saudade é um sentimento que atinge a todos sem distinção e, pode ser encarada como algo bom ou ruim (geralmente muito ruim), logo é bom esclarecer: a saudade apenas é saudade.

Não, este texto não será um texto depressivo e muito menos um texto alegre, pois tudo na vida tem várias perspectivas e vários momentos, bem como essa palavra que engloba tantas emoções e sentimentos.

Este texto é um texto para aqueles que estão neste momento sentindo saudade e solidão, em um combo.

Do mesmo jeito que vejo a felicidade, acompanho a saudade daqueles que se permitem compartilhá-la nestes dias.

Alguns compartilham pelas redes sociais, outros ligam com a voz tremula e outros nem comentam a respeito mas é perceptível em seu semblante. E, o pior dos casos, há aqueles que a ignoram e a deixa escondidinha para que os outros a ignorem pois não a expõe por algum motivo pessoal.

Mas por que expor minha saudade e minha solidão?

Por que ninguém tem uma bola de cristal.

Mesmo profissionais treinados como os psicólogos analisam, vasculham e perguntam muito para ter certeza do que se trata um sentimento ou uma emoção.

Quando você não expõe, para ninguém, você opta por se fechar ainda mais e torna impossível receber uma ajuda ou se abrir para um ouvido ou algo que possa amenizar esse peso.

Por mais difícil que seja é preciso tentar.

E, arrisco-me a dizer: é preciso arriscar-se a sentir-se um pouco pior para depois, quem sabe melhorar.

E por que digo isso? Pois entrar em contato com os sentimentos que nos machucam fazem eles pulsarem.

Fazem com que o real motivo da dor sobressaia e será preciso lidar com ela.

E nesta época, de extremos, assim como muita gente faz brilhar os sentimentos positivos e a alegria, outras tantas, aguardam ansiosamente o tempo passar rápido.

O que fazer?

Quando falamos da saudade o melhor a ser feito é falar sobre ela. É compartilha-la, é expor para que ela sozinha não se acople a solidão.

E a solidão? Bom, a solidão é uma assunto mais complicado. É um assunto que envolve trabalhar com você principalmente. A solidão é um estado que você está e, por estar nele, precisa ser analisado para entender como você chegou até ai e quais são as alternativas para sair.

As dicas de sempre tão propagadas por blogs e meios de comunicação ajudam:

  • Tentem participar de grupos. Entre em salas de bate papo, procure grupos presenciais, mas não se isole. A convivência é um outro estado que se alimentado poderá suprimir a solidão com o tempo.
  • Ocupe-se: quanto mais coisas tiver na cabeça ou mais coisas fazer menor o tempo que o sentimento da solidão assolará sua vida. Leia um livro, desenhe, escreva um post de psicologia em um blog. 😉
  • Ajude alguém solitário: não estou dizendo para você entrar em uma competição para ver quem está pior, mas para olhar para alguém que você está solitário e para você transpor a sua dor para ajudar sem esperar ser ajudado ou ajudada. Essa ação faz o fluxo acontecer e você perceber coisas que podem ajudar você. O espirito do voluntário.
  • Aproveite para fazer ações voluntárias: vá para grupos (que você não pertence ou até que não chega a gostar) mas participe de uma ação voluntária. Há muitas organizadas por várias entidades. Elas fazem você lidar com o sofrimento do outro e também com o seu mas de um modo de corrente do bem.

O que mais posso fazer com a solidão e a saudade?

Há tantas sugestões que se encaixam e que já falamos nos posts A solidão no natalA solidão e a multidão do carnavalInsegurança, medo, raiva, solidão faz uma busca aqui no blog com a palavra solidão. E quanto a saudade: É hora de cuidar de siO que falar quando uma pessoa morre?

Tem outros posts, leia mais sobre o assunto…

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média / 5. Contagem de Votos:

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer