Sorria, os recrutadores observam você nas redes sociais

Sorria, os recrutadores observam você nas redes sociais

2 min de leitura · 

As empresas estão cada vez mais utilizando redes sociais para checar informações, comportamento e referências dos candidatos.  Digitar o nome do candidato nos programas de buscas na internet, tem sido um dos primeiros movimentos feitos pelos profissionais dos recursos humanos.

Hoje, é quase impossível não fazer um registro do dia a dia em suas redes sociais. A partir do momento que você opta em ter um perfil em rede social, seja ela qual for, está optando em se expor. Mesmo fechando suas redes sociais no modo privado, somente para amigos, cuidado com os posts que você comenta nas páginas, grupos que podem ser públicos. O que escrevemos é como tatuagem, não some mais da internet.

Por este motivo, é preciso ter atenção com a forma que você se relaciona na web se quiser manter uma boa impressão na hora de garantir uma vaga de emprego.

De acordo com uma pesquisa do Career Builder, de 2017,  cerca de 70% dos empregadores checa as redes sociais dos candidatos.

E parece que os recrutadores não estão gostando muito do que estão encontrando. Os recrutadores avaliam o histórico das postagens, analisam qualificações profissionais, o que foi compartilhado e até o horário que foram postadas, se durante o trabalho (no caso de quem está trabalhando e procurando uma oportunidade) ou durante o horário de aulas.

Para não ter problemas, você deve seguir nas redes sociais a mesma postura  que no mundo real, só que ainda com mais cuidado. Para perder pontos em um processo seletivo, basta um comentário infeliz, então não comprometa a sua reputação, não coloque a sua carreira em risco.

Pontos de atenção

Entre os “ERROS” de postura cometidos nas grandes redes os que mais desestimulam a contratação são:

  1. Superexposição ao dia (exagero de postagens);
  2. Assuntos polêmicos;
  3. Postagens com fotos, informações provocativas e/ou consideradas inadequadas;
  4. Postagens com informações sobre bebidas e drogas;
  5. Desabafar;
  6. Reclamar de ex-chefe ou ex-colega ou de empregos anteriores;
  7. Baixa qualidade de comunicação;
  8. Declaração discriminatória;
  9. Erros de português em postagens.

Como utilizar as redes sociais ao seu favor:

  1. Utilize foto de perfil neutra e de aparência profissional;
  2. Tente manter o seu perfil o mais profissional possível;
  3. Poste algo útil, mantenha uma imagem saudável;
  4. Produza conteúdo relevante;
  5. Promova conhecimento;
  6. Use a rede com equilíbrio;
  7. Poste informações que possam ajudar as pessoas;
  8. Publique fotos em atividades relevantes e positivas, como trabalhos voluntários;
  9. Ter um perfil de uso profissional, especialmente no Linkedin.

Acredite: as informações postadas na rede não desaparecem. Ao postar algo, pense no que você gostaria que estivesse ligado ao seu perfil.

Faça das redes sociais uma aliada para sua vida pessoal e principalmente profissional, já que é uma ótima forma de você mostrar suas qualidades. Não existe uma cartilha para usar as redes sociais, mas existe educação, respeito, cautela, controle e coerência já que certos comentários podem deixar uma impressão errada a seu respeito.

Referências:

https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/empresas-monitoram-comportamento-nas-redes-sociais-para-contratar-ou-demitir-veja-cuidados.ghtml

https://www.napratica.org.br/como-limpar-as-redes-sociais/#.W8Pq2CRKi1s

(https://www.napratica.org.br/redes-sociais-estao-sendo-analisadas-pelos-recrutadores/#.W8PqfCRKi1s)

https://pt.wikipedia.org/wiki/Careerbuilder

Você vai gostar de ler também:

Rubiane Pilati Medeiros
Psicóloga
Psicóloga Graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) 2001, Tubarão SC. Especialista em Administração Empresarial e Financeira pelo ESAP (2005) Formação em Avaliação Psicológica pela Qualità Psi Curitiba PR (2010). Orientadora Profissional e de Carreira pelo Portal Vocacional Curitiba PR (2015) Atua na área de Gestão de Pessoas a 15 anos possui experiência com Desenvolvimento Organizacional; Gestão de Recursos Humanos; Recrutamento e Seleção; Treinamento e Desenvolvimento; Pesquisa de clima organizacional; Aplicação e correção de Testes Psicológicos; Elaboração de Laudos e Pareceres; Entrevista e Análise de Avaliação de Desempenho; Adequação de Plano de Cargos e Salários e Política de Benefícios; Diagnóstico Organizacional; Programas Motivacionais e Projetos de Qualidade de Vida.
Rubiane Pilati Medeiros on EmailRubiane Pilati Medeiros on FacebookRubiane Pilati Medeiros on Linkedin

Rubiane Pilati Medeiros

Psicóloga Graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) 2001, Tubarão SC. Especialista em Administração Empresarial e Financeira pelo ESAP (2005) Formação em Avaliação Psicológica pela Qualità Psi Curitiba PR (2010). Orientadora Profissional e de Carreira pelo Portal Vocacional Curitiba PR (2015) Atua na área de Gestão de Pessoas a 15 anos possui experiência com Desenvolvimento Organizacional; Gestão de Recursos Humanos; Recrutamento e Seleção; Treinamento e Desenvolvimento; Pesquisa de clima organizacional; Aplicação e correção de Testes Psicológicos; Elaboração de Laudos e Pareceres; Entrevista e Análise de Avaliação de Desempenho; Adequação de Plano de Cargos e Salários e Política de Benefícios; Diagnóstico Organizacional; Programas Motivacionais e Projetos de Qualidade de Vida.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer