meryl streep, discurso globo de ouro, evolução, diva

Meryl Streep e seu discurso arrasador

1 min de leitura · 

O poderoso discurso de Meryl Streep no final de semana passado, ao receber o prêmio do Globo de Ouro, nos faz admirar ainda mais sua carreira. Um discurso consagrado a valores essenciais para o ser humano, que cada vez estão mais em questão.

A arte, junto com o jornalismo, refletem a saúde mental de uma sociedade. Por isso é especialmente importante que recordemos a expressão artística em todas as suas variáveis. Que a reivindiquemos na educação e que exijamos a proteção a quem tem a responsabilidade de facilitá-la desde um âmbito público. 

A arte, como o jornalismo, são expressões da liberdade. E não tem, em algumas ocasiões, que serem compreendidas ou compartilhadas, mas apenas respeitadas. É assim, simples.

Porque quando se perde o respeito, como diz Meryl Streep em seu discurso, é contagioso. Quando quem deve dar exemplo atua desrespeitosamente, corremos o perigo de que toda uma sociedade acredite poder agir da mesma maneira.

Se queremos um mundo melhor, mais saudável mentalmente, não podemos permitir que se silencie a voz de quem nos emociona com suas expressões artísticas. Também não podemos desproteger a quem se empenha em nos contar o que acontece ao nosso redor. Nos isolaríamos emocionalmente do mundo. E fazer isso, por mais que nos tentem convencer do contrário, é o começo de nossa autodestruição como raça humana.

O discurso de Meryl Streep

Retirado de Cámbiate blog (traduzido e adaptado)

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média / 5. Contagem de Votos:

Já que você achou este post útil, compartilhe ele nas redes sociais.

Acompanhe-nos nas redes sociais

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Você vai gostar de ler também:

Raquel Ferreira
CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

Raquel Ferreira

CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer