Entrevista de emprego, será que estou preparado

Entrevista de emprego, será que estou preparado?

4 min de leitura · 

Hoje com as empresas cortando custos, os profissionais que estão em busca de emprego encontram mais dificuldades para se recolocar no mercado, e até mesmo conseguir entrevistas.

Se você decidiu buscar ou mudar de emprego, escolha uma empresa de recrutamento séria e com boa reputação.  

As agências de empregos funcionam como “buscadoras” de vagas, além de preparar o currículo, preparar o candidato para entrevistas e informa sobre processo seletivo.

A consulta a sites de empregos na internet também pode ser uma opção desde que tenha atenção às regras. Fique de olho vivo no contrato.

Nenhuma empresa pode garantir uma vaga, nem cobrar taxas para facilitar sua participação em processos seletivos.

Portanto, desconfie de agências e sites que prometem mundos e fundos e cobram “taxa de sucesso” do profissional (contratante) caso consiga uma oportunidade de trabalho por meio da empresa (contratada).

A cobrança pode variar de acordo com o estado que o candidato busca o emprego.

Se você não está sendo chamado para entrevistas, analise as seguintes questões:

Você atende os requisitos das vagas as quais está se candidatando?

Quando falo de requisitos, estou me referindo as qualificações: formação, títulos, conhecimentos técnicos e de idiomas, experiência acumulada, habilidades adquiridas.

Vale a pena você se candidatar a um emprego quando cumprir todos os requisitos especificados no anúncio.

Como anda a sua empregabilidade?

Empregabilidade é a capacidade de ter emprego e de obter trabalho mesmo estando empregado (MINARELLI, 1995).

Seu currículo está dizendo pouco sobre você? Como pode potencializá-lo?

Mas, se você já está selecionado para entrevista é a sua oportunidade para conquistar a vaga tão desejada.

Veja algumas dicas para se destacar na entrevista:

  1. Pesquise sobre a empresa: Consiga o maior número de informações possíveis, origem da empresa, história, tamanho, cultura e valores, converse com pessoas que conheçam ou trabalham no setor.

  2. Detalhes são importantes: Fique atento, pois há detalhes que podem deixar uma impressão boa ou ruim sobre você:

    • Planeje-se para chegar no horário marcado;

    • Cumprimente o entrevistador com um aperto de mão firme;

    • Mantenha contato visual com o entrevistador;

    • Não exagere no perfume;

    • Informe-se sobre o traje usual da empresa;

    • Não fale mal de seu atual ou antigo empregador;

    • Não revele informações confidenciais sobre a empresa na qual você trabalha ou trabalhou;

    • Seja sincero quanto ao motivo da sua saída do antigo emprego;

    • Se você tiver um real interesse em ocupar a vaga, mostre entusiasmo.

  3. Prepare-se com antecedência: Se prepare para diversas situações. Um erro que pode ser decisivo é precisamente não se preparar de forma adequada para uma entrevista e desconhecer a área de negócio a que a empresa se dedica. Existem entrevistas que são individuais, um bate papo, já em outras, dinâmicas são aplicadas e existem as em grupo. Então pesquise sobre o assunto, a internet pode lhe ajudar nisso.

  4. Treine o que você vai falar: Pratique, pode ser na frente do espelho ou com outra pessoa. Você provavelmente terá que responder à perguntas como “Me fale sobre você.”; “Por que você deseja trabalhar nesta empresa?”; “Por que eu deveria te contratar?”. Esteja preparado para encantar o entrevistador.

  5. Atenção a imagem e postura: Aposte em uma boa apresentação, assegure-se de que está vestido de acordo com a cultura da empresa e com o cargo a que vai se candidatar. Atente-se às emoções, tom de voz e postura, estes são os responsáveis por 93% da mensagem que você quer passar, a comunicação não verbal. Ou seja, as palavras que falamos corresponde apenas a 7% da nossa capacidade total de comunicação. Sorria, olhe nos olhos, seja claro e tenha atenção ao seu tom de voz.

  6. Pontos fortes e em desenvolvimento: Quando questionados sobre suas qualidades, exponha características pessoais e profissionais. Esteja preparado para valorizar suas qualidades e argumentar como lidar com seus defeitos sem que eles se transformem em prejuízo na entrevista.

  7. Seja claro, objetivo e verdadeiro: Seja sincero e transparente, assim o recrutador terá clareza sobre seus reais objetivos de carreira. Passe informações corretas dos empregos anteriores, em relação à remuneração, benefícios, bônus e participação nos lucros da empresa.

  8. Faça perguntas: Você deve tirar todas as suas dúvidas com relação à função que está concorrendo, a empresa, o porquê que da vaga em aberto. Faça perguntas, entenda.

  9. Impressione o recrutador: Aja diferente dos concorrentes, sempre termine as suas falas com algo positivo. Assim o entrevistador pegará um gancho no você diz por último e, se for positivo, ele continuará o assunto.

  10. Esteja aberto a negociações: Demonstre flexibilidade com relação à pretensão salarial para negociar de acordo com os benefícios e desafios. Tenha sempre em mente o que o mercado pratica.

Não existe receita pronta para a aprovação. Se você for reprovado? Tudo ficará bem! É assim que se aprende a lidar com frustrações, isso lhe trará maturidade. A empresa de recrutamento pode ajudar com novas oportunidades, não desista.

E boa sorte em seu processo seletivo! Eu lhe desejo muito sucesso profissional.

REFERÊNCIAS

FURNHAM, Adrian/PETROYA, Evgeniya. O corpo fala nos negócios: como decifrar as pessoas e transmitir mensagens eficazes com os segredos da linguagem corporal. São Paulo: Editora Gente, 2011.

Kessler, Robin. Manual de Entrevistas: Destaque suas competências e conquiste os melhores empregos. Editora. Best Business, 2016.

Hodgson, Susan. Ideias Brilhantes. Respostas Certas Para Entrevistas de Emprego. Editora Fundamento,2016

MINARELLI, J. A. Empregabilidade, como ter trabalho e remuneração sempre. São Paulo: Gente, 1995.

 

Você vai gostar de ler também:

Rubiane Pilati Medeiros
Psicóloga
Psicóloga Graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) 2001, Tubarão SC. Especialista em Administração Empresarial e Financeira pelo ESAP (2005) Formação em Avaliação Psicológica pela Qualità Psi Curitiba PR (2010). Orientadora Profissional e de Carreira pelo Portal Vocacional Curitiba PR (2015) Atua na área de Gestão de Pessoas a 15 anos possui experiência com Desenvolvimento Organizacional; Gestão de Recursos Humanos; Recrutamento e Seleção; Treinamento e Desenvolvimento; Pesquisa de clima organizacional; Aplicação e correção de Testes Psicológicos; Elaboração de Laudos e Pareceres; Entrevista e Análise de Avaliação de Desempenho; Adequação de Plano de Cargos e Salários e Política de Benefícios; Diagnóstico Organizacional; Programas Motivacionais e Projetos de Qualidade de Vida.
Rubiane Pilati Medeiros on EmailRubiane Pilati Medeiros on FacebookRubiane Pilati Medeiros on Linkedin

Rubiane Pilati Medeiros

Psicóloga Graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) 2001, Tubarão SC. Especialista em Administração Empresarial e Financeira pelo ESAP (2005) Formação em Avaliação Psicológica pela Qualità Psi Curitiba PR (2010). Orientadora Profissional e de Carreira pelo Portal Vocacional Curitiba PR (2015) Atua na área de Gestão de Pessoas a 15 anos possui experiência com Desenvolvimento Organizacional; Gestão de Recursos Humanos; Recrutamento e Seleção; Treinamento e Desenvolvimento; Pesquisa de clima organizacional; Aplicação e correção de Testes Psicológicos; Elaboração de Laudos e Pareceres; Entrevista e Análise de Avaliação de Desempenho; Adequação de Plano de Cargos e Salários e Política de Benefícios; Diagnóstico Organizacional; Programas Motivacionais e Projetos de Qualidade de Vida.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer