drogas, addiction, dependência, drug, vício

Drogas e dependência: revendo conceitos

1 min de leitura · 

Drogas e a dependência: encontramos esse vídeo muito didático que trata sobre os vícios e vamos compartilhar com você e aproveitar para revisitar alguns conceitos que crescemos acreditando.

Acreditamos que qualquer pessoa que usar drogas se tornará imediatamente uma viciada.

Quando iniciei minha carreira, meu primeiro trabalho foi numa clínica de reabilitação para dependentes químicos, lá eu costumava explicar que a droga funciona como uma chave da felicidade.

Imagine que sua vida está uma desgraça, tudo dando errado, constantemente você se sente triste ou sozinho.

Daí num dia desses bem cinzentos, você decide experimentar um pouquinho de cocaína, porque ouviu falar que a sensação é bem bacana.

Maravilha, você prova, na hora se sente muito melhor, consegue enxergar o sol brilhando sobre sua cabeça.

Leia também: Dependência química, você sabe o que é?

Alguns instantes depois a sensação boa passa e você volta ao seu mundo cinzento.

Pronto, a chavinha chamada droga se encaixou perfeitamente na sua cabeça e fez com que seu cérebro entendesse que para as coisas ficarem bem você precisa de mais e sempre mais.

Surge aí a dependência!

A droga por si só não é uma grande vilã, o problema está quando você a usa para se sentir bem, feliz, realizado.

Como mostra o vídeo, se você tiver conexões adequadas, poderá até provar alguma coisa, mas não precisará dessa coisa pra se sentir feliz.

O que precisamos é rever nossa vida, nossas relações, nossas atividades. Adequar para que tudo esteja fluindo em harmonia.

Usar qualquer substância ou artifício que te coloque SÓ por alguns instantes num mundo legal, é muito perigoso.

Porque esse “mundo legal” não é real e você precisará cada vez mais do seu vício para fazê-lo existir.

Se perceber que precisa de algo (droga, celular, comida, sexo…) para te tirar da sua realidade e te colocar numa realidade ilusória, procure ajuda.

Isso é muito sério e está fazendo você perder sua vida com algo de mentira, enquanto a vida real passa bem à frente dos seus olhos e você não está sendo capaz de enxergar.

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média / 5. Contagem de Votos:

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Raquel Ferreira

CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer