dependência física, dependencia quimica, vício, abstinência, pessoa com medo, pessoa com dor

Dependência física

2 min de leitura · 

Chama-se dependência física o surgimento de sintomas físicos ao retirar uma substância a qual o corpo está acostumado.

Por exemplo: a retirada brusca de benzodiazepínicos pode causar crises convulsivas.

Outro exemplo seria a síndrome de abstinência da heroína ou outros opiáceos.

Também a retirada do álcool pode causar tremores, hipertermia e outros sintomas, as vezes bastante graves.

A dependência física ocorre porque o organismo (incluso o cérebro) se acostumou a funcionar com um certo nível de substância ou fármaco no sangue.

Dependência química: você sabe o que é?

Ao ser retirado de maneira brusca, o equilíbrio se rompe  e surgem os sintomas até que o organismo volte à homeostase.

A dependência física acompanha muitas substâncias e torna o ato de deixá-las muito mais difícil, mas isso é o menos importante e o mais fácil de resolver.

O problema da dependência física se resolve em poucas semanas se o tratamento médico for adequado.

É bastante importante não confundir a dependência física com a abstinência, pois são diferentes.Existem substâncias que não tem dependência física relevante (como o cigarro, a maconha ou a cocaína), mas que podem ser muito prejudiciais ou viciantes.

Também pode ocorrer o contrário: substâncias com dependência física, mas que não são viciantes.

Um exemplo desse último: os corticóides. São fármacos que não criam vício, mas que se retirados de maneira abrupta, podem provocar problemas físicos importantes.

Portanto, a dependência física nada tem a ver com o vício, sendo na realidade um problema adicional na hora de enfrentar o tratamento.

Muitas vezes se fala da “dependência psicológica”. É mais correto falar de vício ou adicção.

Também se fala que determinadas substâncias não são tão perigosas, porque não causam dependência física ou que alguém “consome porque quer” já que a substância a que é viciado não tem “dependência física”.

Todas essas afirmações são incorretas, estão embasadas em conceitos antigos e errôneos.

É preciso ter cuidado ao ingerir qualquer tipo de substância e principalmente, se for ingerí-la para suprir alguma questão emocional.

Procure ajuda médica ou psicológica ao perceber o menor sinal de dependência ou de dificuldade em deixar determinada substância.

Retirado de Neuropsi.com (traduzido e adaptado)

 

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média / 5. Contagem de Votos:

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

4 thoughts to “Dependência física”

    1. Inda ÑNUMÑ ENTRA Ñ e aí saí uma janela,assim: E aí tentei entrar nos três link *menu/cadastre/caixaDEsegredo; e; tb. NUM_ENTRA…saí rápido o link E SOME. Aí vão as duas janelas:xiii num dá prá enviar ft. per aqui VOU ENVIAR PELO WATSAP diRaul. Bjs.

  1. E quando é uma dependência física de uma pessoa? Como nos relacionamentos, quando de está muito apegado à pessoa… É complicado demais!

Participe, queremos ler o que você tem a dizer