criança, agressão, tristeza, abuso infantil, ursinho, urso triste

Crianças vítimas de agressão

1 min de leitura · 

Hoje é o Dia mundial das crianças vítimas de agressão e claro, não temos o que comemorar!
É um dia pra refletir, pra buscar ideias do porque isso acontece e de como acabamos com isso. É um dia pra achar soluções, no mundo todo!

Dei uma lida em alguns artigos antes de escrever esse texto e alguns citam que no século XVIII as crianças eram maltratadas, abusadas, desrespeitadas e pouco valorizadas e que a coisa só foi melhorar no século XIX, daí fico eu aqui pensando: Melhorar? Onde?

Ainda é possível ver em todo o mundo crianças sendo agredidas diariamente e não só fisicamente, mas social, econômico e psicologicamente. Eu não consigo nem dizer qual deles é o menos pior.

Abuso e exploração de menores: até quando?

Vivo na maior cidade brasileira e é só virar a esquina, lá está uma mini pessoinha vendendo algo no farol, pedindo dinheiro, sendo vítima da sociedade. Liga a TV tem histórias pra dar e vender, menino espancado pela auxiliar da creche, criança morta pelo pai, menina estuprada por mais de 30, onde vamos parar?

Criança é um ser pra ser respeitado, pra ser educado nas melhores circunstâncias possíveis. Criança tem que estar na escola, tem que brincar, comer, vestir roupa limpa, descansar. Criança tem que ser protegida e NÃO exposta.

Criança tem que ser amada e valorizada e nós, enquanto sociedade, mesmo que não tenhamos filhos, somos co-responsáveis por todas os menores, então lembre-se:

Quando uma criança é negligenciada pelos pais, se nós enquanto sociedade não agimos e a protegemos, somos tão negligenciadores quanto a família!

Se queremos um mundo melhor, precisamos mudar urgentemente, precisamos educar, amar e respeitar as nossas crianças, pois é nessa fase que elas aprendem o que é bom e o que não é e isso fará a diferença por toda a vida <3

Expectativa e realidade: a díficil e insubstituível vida das mães e dos pais

Dia mundial das crianças vítimas de agressão

Pra saber mais:
Portal São Francisco
Filme sobre a educação infantil: O começo da vida

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média / 5. Contagem de Votos:

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Raquel Ferreira

CRP 6/101759 - Graduada pela Universidade São Francisco, mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estado de São Paulo. Psicóloga clínica desde 2010, busca constante aprimoramento na abordagem analítica. Estudou Cinesiologia no Instituto Sedes Sapientiae, frequentou grupos de estudo e supervisão teórica na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo e ainda, integrou o grupo de Neurociências do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Atualmente é doutoranda em Psicologia Social, pela Universidad Complutense de Madrid.

Participe, queremos ler o que você tem a dizer