Compreenda e Desenvolva sua Autoestima

Compreendendo a Autoestima

3 min de leitura · A autoestima pode ser entendida como a capacidade de conhecer a nós mesmos de forma compreensiva e consciente de nossas atitudes e valores. É uma visão geral sobre nós mesmos e que influencia as percepções sobre nós, o outro, o mundo e o futuro. A autoestima não é algo definitivo, sendo construída […]

Leia Mais

“Espelhos”: Somos únicos e responsáveis em nossas relações?

“Espelhos”: Somos únicos e responsáveis em nossas relações?

3 min de leitura · Pode-se dizer que como um espelho, a analogia utilizada no título, “refletimos” no outro aquilo que sabemos, pensamos e sentimos sobre nós mesmo e você, concorda? Alguns breves pontos abordados aqui devem ser considerados com o intuito de desenvolver relações mais harmônicas e amorosas. Você vai gostar de ler também: 4 grupos […]

Leia Mais

Dá para deixar o passado para trás?

Dá para deixar o passado para trás?

2 min de leitura · O passado é uma realidade imutável (passou) e quando se trata dele só existem duas escolhas: fugir negando sua existência ou aprender com ele. Você vai gostar de ler também: Dia dos namorados 3 sinais de uma autoestima fragilizada Compreendendo a Autoestima Psicólogo: o que ele faz com os meus problemas?

Leia Mais

Desmistificando o Suicídio

Desmistificando o Suicídio

9 min de leitura · O suicídio, apesar de ser mais comum ultimamente nas mídias, não é um fenômeno recente. Registros históricos mostram que o suicídio data desde a antiguidade, no período greco-romano, quando o ato de suicidar-se era tolerado desde que a pessoa estivesse em pleno funcionamento de suas faculdades mentais. Era vedado aos escravos por […]

Leia Mais

sobre a ignorância no psico.online

Ignorância é uma benção. Será mesmo?

Dizem que a ignorância é uma benção mas será que é assim mesmo? Ignorar algo ou tornar-se ignorante é abdicar de viver na era do conhecimento e da informação em detrimento a se resguardar de uma dor. Será que vale a pena?

Leia Mais

Tenha mais Responsabilidade Afetiva!

Essa semana um dos assuntos de destaque foram os Stories da Bruna Marquezine, onde ela fala sobre as críticas que recebeu por estar muito magra e o impacto disso. Isso me fez pensar como precisamos falar sobre responsabilidade afetiva!

Leia Mais

play the life

Play: Não aperta só essa tecla para viver.

O pote não pode ficar cheio, nunca, nem de coisas boas e nem daquilo que é ruim, aprenda a esvaziá-lo sempre que houver necessidade.
Não perca a oportunidade de estar bem, em paz, feliz e fazer outras pessoas se sentirem bem e serem felizes ao seu lado.

Leia Mais

Processo terapêutico Comportamental - Uma reflexão!

Processo terapêutico Comportamental – Uma reflexão!

Todos que pretenderem encontrar em si qualidades como segurança, autonomia, responsabilidade, tranquilidade, amorosidade e outras que – com certeza trarão uma maior qualidade de vida – podem buscar o processo terapêutico e a mudança comportamental.

Leia Mais

O corpo que morre e o corpo que pulsa: precisamos falar sobre o tempo!

O corpo que morre e o corpo que pulsa: precisamos falar sobre o tempo!

4 min de leitura · Tempo: De uns tempos pra cá, os estudos que mais têm me chamado a atenção são os relacionados ao tempo. Mas não daquele tempo relativo ao clima, ou aqueles estudos sobre o tempo futuro, em cumprimento de metas e prazos, ou lá daquele tempo passado, cheio de nostalgia… Não, meus leitores, quero […]

Leia Mais

Adolescência: queria uma outra relação com meus pais!

Adolescência: queria uma outra relação com meus pais!

5 min de leitura · Adolescência é a transição da infância para a juventude e é uma fase conturbada. Wallon um dos teóricos que trabalhou nessa área fala inclusive sobre os lutos que existem e dos processos contraditórios e identificatórios que acontecem nessa fase: luto pelos pais da infância que eram acolhedores e agora são mais efusivos […]

Leia Mais

tédio. vamos falar dele no psicoonline.

Tédio: O que fazer quando (se) está entediado

4 min de leitura · Tédio: ai, que tédio! É uma frase bem comum, não é? Quando pensei em falar dele aqui não imaginava que fosse tão complicado. Imagine que esse é um assunto tão extenso que muitos autores – filósofos, médicos, psicólogos, educadores, pesquisadores – estudaram sobre isso (talvez estivessem entediados). Em uma busca estruturada de artigos […]

Leia Mais