aprender no psico.online é a hora de começar a estudar

Aprender sem medo: enganados por nossas escolhas

2 min de leitura · 

Aprender requer que tomemos certas decisões, então, explicaremos hoje como nossas decisões nos enganam.

Ontem ouvi uma história interessante de uma pessoa, com 25 anos, que se achava velha demais para aprender piano.

Durante a conversa, uma conta rápida, mostrava que essa pessoa estava fazendo uma escolha totalmente equivocada.

Atualmente, segundo um estudo das Nações Unidas [1] o Brasil tem uma expectativa de vida média de 75 anos.

Segundo o texto de Felipe Scagliuse no site Aprendendo a tocar piano, depois de muita recomendação e “ses” que você deve considerar, ele fala: 4 anos, com dedicação, empenho e tempo quase integral.

Supondo que você seja um pouco menos dedicado, coloquemos 6 anos.

Somando 25 anos mais os 6 você estaria pronto aos 31 anos. Considerando a expectativa de vida média no Brasil, de 75 anos, você ainda teria 44 anos de piano pela frente!

Agora vamos mudar um pouco a área, supondo que você gostaria de aprender a programar, fazer uma faculdade e adquirir experiência em uma nova área.

Segundo o texto Aprenda a Programar em Dez Anos (que traz muitas referências) a média para ficar bom mesmo, em uma determinada matéria é de (adivinhem) 10 anos.

Dez Ano, nossa!

Se você tem 59 anos, mais 10 anos, são 69 anos (que você já estará programando há algum tempo, 10 anos é para ficar muito bom nisso).

Vamos voltar para os 6 anos? 59+6= 65 anos. Pela média global, você ainda teria mais 10 anos de bônus para trabalhar com programação, medicina ou até mesmo aquela faculdade que você gostaria tanto de fazer!

Nossas escolhas nem sempre são pautadas pelo bem que essa escolha trará.

Além disso, é muito mais simples ver os empecilhos: vamos concorrer com gente mais jovem, ué, eles concorrerão com a gente.

E digo mais, eles estarão em desvantagem pois alguns anos a mais nos darão experiência e uma visão de longo alcance.

Essas escolhas são inerentes a nossa satisfação.

Por que sair do status quo, causa medo, nos faz suar frio, mas e daí?

Essa emoção é a mesma das borboletas do estomago quando nos apaixonamos novamente. Permita-se!

Há estudos, em psicologia do desenvolvimento humano, quando bate aquela crise da meia idade que a aproximação do final da nossa vida, nos obriga a repensar nossas escolhas e buscar aquilo que desejamos e que enterramos.

Por que você precisa esperar para aprender?

Quais desculpas você tem usado para frear os seus desejos e impulsos bons!

É incrível como na maioria das vezes optamos por escolhas que nos satisfazem a curto prazo e descartamos as escolhas de longo prazo exatamente pela insegurança e imprevisibilidade.

Mas a curto prazo essa insegurança e imprevisibilidade também existem, só são mais fáceis de trabalhar pois não requer planejamento.

E então, o que vai ser?

Vai esperar muito para começar aquele curso que você gostaria tanto de fazer?

Aproveite o final de semana que se aproxima e inscreva-se, depois, conta para gente nos comentários da sua decisão.

Ah! E se você é novo, e fica inseguro para fazer essa escolha, olha, faça. Quanto mais cedo você experimentar um novo conhecimento, mas você agregará para suas futuras escolhas. 😊

Não tenha medo de aprender.

O quanto este post foi útil para você?

Clique nos corações para votar!

Média / 5. Contagem de Votos:

Sentimos muito por este post não ter sido útil para você.

Nos diga como melhorar as postagens

Psico.Online

Psico Online - Psicólogas e Psicólogos 24 horas rápido, fácil e descomplicado. Psicologia Online para acolhimento psicológico. Somos uma plataforma de acolhimento psicológico 24 horas, ligando clientes e psicos, de maneira fácil e descomplicada. Reunimos profissionais da Psicologia, psicólogas e psicólogos, que oferecem orientação psicológica a fim de facilitar o acesso de pessoas que buscam auxílio profissional psicológico, em questões emocionais, de relacionamento, profissionais, autoconhecimento e saúde mental, de forma simples e rápida.

One thought to “Aprender sem medo: enganados por nossas escolhas”

Participe, queremos ler o que você tem a dizer